A Maldição da Pedra

A editora Companhia das Letras divulga esta obra como uma história descoberta e contada por Cornelia Funke e Lionel Wigram. Eles recriam um universo ao mesmo tempo encantador e sinistro. Jacob e Will vêem o pai, John Reckless, desaparecer subitamente sem deixar qualquer pista sobre o paradeiro dele.


Incapaz de se resignar com o trágico evento, Jacob passa os dias buscando vestígios que lhe indiquem onde encontrar o pai. Ele investiga minuciosamente cada ponto do escritório do mesmo, até que, de repente, encontra um espelho, o qual oferece uma passagem secreta para uma esfera mágica, na qual se depara com um caminho repleto de lances imprevistos e façanhas míticas.

Ele não conta a ninguém sobre sua descoberta, nem mesmo ao irmão, e passa a viver nas duas dimensões, embora permaneça um tempo cada vez maior no mundo da magia. Doze anos depois este universo se transforma em sua morada real; aí cultivou amizades e inimizades e é respeitado como um dos mais valorosos caçadores de tesouros.

Will, porém, começa a achar que há um mistério por trás dos desaparecimentos frequentes do irmão mais velho. Um dia ele segue Jacob e, apesar dos cuidados deste, consegue atravessar o espelho. Esta atitude resulta em um evento assustador. O caçula é atingido pelos goyls, criaturas humanas cruéis e agressivas; elas apresentam uma pele constituída de pedra e olhos de ouro.

Nas mãos destes seres, o jovem é vítima de uma terrível maldição; ele se converte demoradamente e com muita dor em um deles. Agora Jacob tem que vencer o relógio na busca de um antídoto para essa magia. Nesta jornada o protagonista é auxiliado por sua amiga, a raposa Fox, e por Clara, namorada de seu irmão, a qual também transpôs o espelho para achar Will.

Neste mundo habitado por fadas, feiticeiras, unicórnios e por deuses marinhos, entre outras criaturas, Jacob e os companheiros vão se deparar com todos os riscos e ardis presentes no Mundo do Espelho. Aí o leitor encontrará paisagens como o palácio no qual reside a Bela Adormecida e a casa de doces da bruxa no conto “João e Maria”.

O universo produzido pela autora nos transporta às paisagens que constituem os contos de fadas ancestrais. Mas, aqui, ela destaca os ângulos mais sinistros e ferozes das narrativas, gerando um ambiente simultaneamente conhecido e sombrio.

Cornelia Funke nasceu em Dorsten, na Alemanha, no ano de 1958. Autora e ilustradora de obras infanto-juvenis, ela conquistou várias premiações literárias. A escritora já lançou mais de quarenta livros e é especialmente famosa pela publicação de O Senhor dos Ladrões, de 2004, na época um dos mais vendidos do New York Times, e da trilogia Coração de Tinta.

Lionel Wigram é produtor de cinema e roteirista, de nacionalidade britânica. Foi vice-presidente sênior de produção da Warner Bros. Neste campo um de seus trabalhos mais conhecidos foi no filme Sherlock Holmes. Ele também produziu vários episódios da série Harry Potter.

Fontes:
http://en.wikipedia.org/wiki/Lionel_Wigram
http://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=13035
http://www.companhiadasletras.com.br/autor.php?codigo=02095

Arquivado em: Livros