Casados com Paris

Por Ana Lucia Santana
O livro "Casados com Paris", de Paula McLain, interage o tempo todo com um dos maiores sucessos literários de Hemingway, Paris é uma Festa, até porque a capital francesa é um dos principais personagens desta obra, mais que o cenário onde se desenrola o encontro entre o escritor, então com 21 anos, já naquele tempo um 'Don Juan', e a primeira de suas quatro mulheres, Hadley Richardson, que na época tinha 29 anos, vivia ao lado da mãe e era virgem. Os dois se casaram no mesmo ano, em setembro, e em dezembro partiram para a França.

A autora apresenta em sua obra um período pouco conhecido da vida deste que se tornaria um dos ícones da literatura universal. O jovem Hemingway iniciou sua trajetória literária na década de 20, conhecida como Anos Loucos; inúmeros trechos do livro se referem ao clássico do autor, que retrata fielmente  o fervilhante caldeirão cultural vigente nesta época.

A história é narrada na primeira pessoa por Hadley, que discorre sobre o perturbador romance vivenciado por ela e seu marido; ao mesmo tempo, a companheira de Hemingway traça um retrato das relações do escritor com as figuras mais carismáticas do cenário cultural parisiense, entre elas Gertrude Stein, Zelda e Scott Fitzgerald, Pound, James Joyce, entre outras.

Paula atesta no seu livro a personalidade intrincada da esposa de Hemingway; ela parecia ser apenas mais uma provinciana volúvel, a esposa dedicada ao lar que deu ao escritor seu primogênito. Mas era um ser torturado por tragédias familiares - o suicídio paterno e a morte da irmã em terríveis circunstâncias. O relacionamento com o marido já estava conturbado quando uma pasta do autor com seus manuscritos, sob responsabilidade de Hadley, desapareceu.

Mais ou menos neste período sua suposta amiga, Pauline Pfeiffer, se torna mais íntima dela e do marido, vindo posteriormente a se transformar na segunda esposa de Hemingway. Dizem algumas fontes que  um triângulo entre os três teria supostamente se estendido à cama de um hotel francês localizado em Juan-les-Pins, mas não há provas deste fato.

Paula McLain conquistou o título de Mestre em Belas Artes (MFA) no Departamento de Poesia da Universidade de Michigan e se tornou residente no Yaddo e na Colônia MacDowell. Ela traz em seu currículo a publicação de duas coletâneas poéticas, um livro de memórias, Like Family, e sua primeira ficção, A Ticket to Ride. A autora reside em Cleveland ao lado de seus familiares.

Fontes:
http://www.randomhouse.com/rhpg/features/paula_mclain/author/
http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/962533-romance-apresenta-primeira-mulher-de-hemingway.shtml
http://www.skoob.com.br/livro/184881/