De Architectura

Por Emerson Santiago
De Architectura (no original em latim, “Sobre a Arquitetura” ou ainda em seu título completo De Architectura Libri Decem, ou “Dez Livros Sobre a Arquitetura”) é um tratado sobre arquitetura do romano Marcus Vitruvius Pollio (c. 80–70 a.C. - c. 15 a.C.). Vitrúvio serviu nos exércitos de César e Augusto como engenheiro militar e trabalhou com Marco Aurélio, Publius Minidius e Gaius Cornelius na construção de máquinas de guerra.

Considerada a fonte mais confiável de informações sobre a antiga arquitetura romana, De Architectura realiza uma abrangente reflexão sobre os conhecimentos da disciplina em sua época, e procura, através do seu texto, sistematizar a prática em voga na Roma do Imperador César Augusto. O estilo de Vitrúvio é bastante rebuscado, mas, nas descrições técnicas se torna extremamente pragmático e conciso.

O texto de De Architectura é aplicado ainda no estudo da arqueologia clássica, onde seus conceitos e planos de terra esquemáticos são aplicados com grande sucesso para reconstruir edifícios escavados. Aproximadamente 55 manuscritos reproduzindo o trabalho de Vitrúvio são conhecidos.

Muitos artistas importantes do Renascimento, incluindo Leonardo da Vinci e Leon Battista Alberti estudaram o livro a fundo, descobrindo que seu conhecimento reunia inspirações as mais diversas. Vitrúvio é um dos primeiros autores antigos a ter seu trabalho impresso (em 1486) e foi logo traduzido para várias línguas europeias. As numerosas edições feitas século XVI são importantes não só por causa de seus comentários, mas principalmente pelas ilustrações que contêm, pois as originais não foram preservadas (De Architectura provavelmente as tinha, pois existem manuscritos gregos anteriores a Vitrúvio que foram preservados e são ricamente ilustrados). Tais ilustrações de De Architectura são sempre interpretações do período de determinada edição.

Vitrúvio começou a escrever sua famosa (e até onde se sabe, única) obra antes de 33 a.C. e, aparentemente, completou-a antes de 22 a.C. Algumas fontes, porém, datam a conclusão do texto alguns anos mais a frente. Infelizmente, o livro está cheio de lacunas e muitas de suas passagens são obscuras e ambíguas, mas, mesmo com essas imperfeições, ele permanece tendo uma importância excepcional para os pesquisadores contemporâneos, por ser o único texto antigo completo sobre a arquitetura e tecnologia que permanece preservado até hoje.

Os dez livros de De Architectura estão assim organizados:

  1. Planejamento urbano, arquitetura ou engenharia civil em geral, e as qualificações exigidas de um arquiteto;
  2. Materiais de construção;
  3. Templos e as ordens de arquitetura;
  4. continuação do livro 3;
  5. Edifícios civis;
  6. Edifícios residenciais;
  7. Pavimentos e gessos decorativos;
  8. Fontes de água e aquedutos;
  9. Ciências influenciadoras da arquitetura - geometria, medição, astronomia, relógio de sol;
  10. Utilização e construção de máquinas - máquinas de cerco romano, moinhos, máquinas de drenagem, tecnologia romana, elevação, pneumática;

Bibliografia:
Vitruvius (em inglês) Disponível em: <http://archimedes2.mpiwg-berlin.mpg.de/archimedes_templates/biography.html?-table=archimedes_authors&author=Vitruvius%20Pollio&-find>. Acesso em: 23 jul. 2012.