Enciclopédia Britânica

Por Fernando Rebouças
Enciclopédia do idioma inglês publicada pela editora “Encyclopedia Britannica”. Todo o seu conteúdo é direcionado ao público adulto e culto.

A Enciclopedia Britânica é redigida por dezenove editores e quatro mil peritos. Começou a ser publicada em meados do século XVIII, na cidade de Edimburgo, alcançando maior popularidade no lançamento de sua terceira edição, na qual atingiu vinte volumes.

Enciclopedia Britânica

Enciclopedia Britânica

A ampliação de seu conteúdo e do número de volumes, gerou a contratação de mais colaboradores. A partir da décima primeira edição, a enciclopédia começou a resumir seu conteúdo como forma de tornar a coleção mais acessível ao público.

Tornou-se pioneira ao ser revisada e reeditada constantemente, permitindo a atualização de todo o seu conteúdo. Basicamente, apresenta três partes, a “Micropédia”, de doze volumes e verbetes menores; a Macropédia,  de 17 volumes e artigos mais longos; e a Propédia, que apresenta artigos mais detalhados.

A coleção já pertenceu à editora A&C Black (Escócia), Horace Everett Hooper, Sears Roebuck e William Benton. Atualmente pertence ao empresário Jacqui Safra. Assim como toda enciclopédia impressa, a Britânica tem sofrida perda de vendas e procura, devido ao crescimento das enciclopédias virtuais e sites “Wiki”.

A Britânica também disponibiliza seu conteúdo em cd, DVD e website. Até os dias atuais, as edições visam manter a missão tradicional de ser referência de estudo de forma sistemática e resumida.

Acesse: http://www.britannica.com/

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Encyclopédia_Britannica