Para Sempre

Por Ana Lucia Santana
Kim e Krickitt vivem desde o começo uma história de amor inusitada. Os dois se conhecem pelo telefone quando ele liga para obter informações sobre uma jaqueta e se encanta com o som da voz feminina no outro lado da linha. Logo ambos dão início a uma relação nada comum, pois ela se desenrola através de comunicações telefônicas e de viagens ocasionais, quando o casal tem finalmente a oportunidade de um contato físico.

Algum tempo depois eles percebem que estão irremediavelmente apaixonados e daí até o matrimônio é um passo. Afinal de contas, os dois são metades que se completam e compartilham a mesma convicção religiosa. Dois meses se passam após o casamento; em 24 de novembro de 1993 um terrível acidente automobilístico muda radicalmente a existência dos dois. Um veículo colide com a parte de trás do carro em que se encontram e, no impacto, Krickitt Carpenter sofre uma grave lesão na cabeça e entra em estado de coma por diversas semanas.

A protagonista oscila entre a vida e a morte por algum tempo e todos se desesperam, pois nada indica que ela possa sobreviver a esta experiência. Mas logo depois ela reage e recobra o equilíbrio orgânico, mas ironicamente apagou de sua mente um período fundamental da sua existência, justamente aquele em que conheceu e caiu de amores por Kim.

Seu esposo agora é um completo estranho para ela. Pode-se dizer que a mulher que Kim levou ao altar estava definitivamente morta, e só lhe resta conquistar novamente a jovem pela qual se apaixonou. O impressionante nesta história é a fidelidade incomum do marido, que decide levar até o fim suas promessas conjugais.

Desta forma o protagonista vai fundo na operação de resgate da amada, a jovem dotada de uma personalidade arrebatadora e com quem se comprometeu para sempre. Claro que sua jornada está repleta de desafios e obstáculos, pois é obrigado a conviver com outra mulher, diferente e inconstante.

A narrativa fluente e saborosa, conduzida por Kim, pode ser devorada em algumas horas. Os autores transmitem ao leitor uma fé ardente e impressionante. Outro ponto essencial da trama é a fidelidade, fruto do amor profundo e verdadeiro do marido por sua esposa.

A forma como o casal transcende este evento trágico configura a história real publicada pela Editora Novo Conceito. A intensa repercussão do enredo atraiu os holofotes da indústria cinematográfica, e agora a obra foi adaptada para as telas dos cinemas com o mesmo título do livro, protagonizada por Rachel McAdams e Channing Tatum.

Fontes:
http://www.itcultura.com/2012/07/para-sempre-kim-krickitt-carpenter/
http://www.leiturasefofuras.com.br/2012/04/resenha-para-sempre-kim-e-krickitt.html
http://www.istoe.com.br/assuntos/entrevista/detalhe/203743_MINHA+MULHER+NAO+SABIA+QUEM+EU+ERA+