Búfalo

Por Thais Pacievitch
O búfalo africano (Syncerus caffer) é um mamífero, herbívoro, que pertence à família Bovidae. É um animal de grande porte que chega a medir até 3 m de comprimento e 1,7 m de altura. Seu peso pode alcançar 900 kg. O búfalo africano é selvagem e é nativo das savanas daquele continente. Embora sejam bem maiores, os búfalos são semelhantes aos bois em sua aparência. Diferente de outras espécies de búfalos, os búfalos africanos têm a pelagem negra. Sua visão não é das melhores, porém sua audição e olfato são apurados. Seus chifres são largos e voltados para trás.

Embora sejam da mesma família, o búfalo africano é diferente dos búfalos domesticados, que são criados para corte e produção de leite. Os búfalos domesticados são nativos de outras regiões, como a Índia, as Filipinas e a Itália. O búfalo africano jamais foi domesticado.

Os búfalos habitam a África Subsaariana, ou seja, todas as regiões da África exceto a região norte. Esses animais vivem pelas savanas, em planícies arborizadas ou abertas e em bosques. Bebem água duas vezes ao dia, pela manhã e a noite, e é próximo a água que preferem descansar. Pastam de dia e a noite, normalmente quando a temperatura está mais baixa.

Vivem em manadas, que podem ser pequenas ou enormes. Os machos mais velhos, por exemplo, vivem em grupos reduzidos, de 2 a 5 indivíduos. As manadas maiores podem reunir milhares de búfalos, embora sejam mais comuns grupos de 50 a 500 indivíduos. A hierarquia nas manadas é sempre respeitada pelo grupo, pois entre eles, costumam ser tranqüilos e silenciosos.

A reprodução não tem época específica, embora nasçam mais filhotes nas épocas de maior oferta de alimento, ou seja, a época de maior incidência de acasalamento é a época do inicio das chuvas. A gestação dura aproximadamente 340 dias. Em cada gestação nasce apenas um filhote, com o peso próximo a 40 kg. As fêmeas são ferozes na defesa de sua cria. Os búfalos atingem a maturidade sexual, em média, aos 4 anos de idade.

Os inimigos naturais dos búfalos são os leões, os leopardos e as hienas, que têm de formar grupos para matar um búfalo adulto. Geralmente atacam filhotes que, por algum motivo, estejam desprotegidos, ou animais feridos. Os leões respeitam os búfalos, tanto que dificilmente um leão, sozinho, ataca um búfalo. É necessário um grupo de leões para atacar um único búfalo, mesmo porque os búfalos sempre estão protegidos por sua manada.

Os búfalos é considerado um dos cinco animais mais difíceis de caçar nos safáris africanos. Ainda assim, a população destes animais tem se reduzindo ano a ano. A caça predatória e o avanço da agricultura pelas savanas são os principais responsáveis pela diminuição do número desses animais.