Mula

Por Thais Pacievitch
A mula é um mamífero quadrúpede que pertence à família Equidae e à ordem Perissodactyla. O termo mula se origina do termo latim mulus e originalmente era usado para referir-se ao descendente de duas espécies diferentes. A mula nada mais é do que a fêmea resultante do cruzamento do jumento (Equus asinus) com a égua (Equus caballus). Quando, porém, o resultado deste cruzamento é macho, seu nome é muar ou mu. Quando é feito o cruzamento de um cavalo com uma jumenta o filhote de ambos é chamado de bardoto. Em ambos os casos os filhotes do cruzamento destes animais são estéreis. A mula tem sido preferida pelos criadores, em relação ao bardoto, por ser maior e por ser mais fácil de criar.

Mula é o híbrido entre um jumento e uma égua. (Foto: Wikimedia Commons [domínio público])

Mula é o híbrido entre um jumento e uma égua. (Foto: Wikimedia Commons [domínio público])

A esterilidade se deve ao fato do número de cromossomos nos gametas (células sexuais) do jumento e da égua serem diferentes. A égua possui 52 cromossomos e o jumento possui 56. O burro e a mula nascem, portanto, com 54 cromossomos e isto gera duas conseqüências: o burro não produz espermatozóides e a mula não têm óvulos. Os órgãos sexuais destes animais não são totalmente desenvolvidos, fato que dificulta o acasalamento.

A mula foi e continua sendo muito utilizada em tarefas que requerem força e resistência, como meio de transporte e na agricultura para arar os

campos. Este animal combina as melhores características dos seus pais: possui a sobriedade, a paciência e o passo seguro do asno e o vigor e a força da égua.

A altura de uma mula adulta chega a 1,70 m, seu comprimento pode chegar a 2.70 m e seu peso a 400 kg.

A expectativa de vida deste resistente animal é de até 40 anos. A mula possui um coice muito forte. Este animal é menos tolerante com os cachorros do que o cavalo, sendo que, em alguns casos, defende a pessoa que o monta atacando-os.