Geografia do Mato Grosso do Sul

Por Thais Pacievitch
O Mato Grosso do Sul é um estado da região centro-oeste do Brasil, que possui uma área de 357.124,96 km². A capital do estado é Campo Grande. O estado é geograficamente favorecido, pois faz divisa com cinco estados e três países latino-americanos. Seus limites territoriais são os seguintes:

Em relação ao relevo, o Mato Grosso do Sul não apresenta grandes variações, sendo que as altitudes médias ficam entre 200 e 600 metros. O ponto mais alto do estado é o Morro Grande, com 1165 metros de altura. O relevo do estado é composto basicamente por três unidades:

  • Oeste (extremo) – Complexo do Pantanal
  • Leste – Planaltos com escarpas (Serra do Bodoquena)
  • Noroeste - Planícies

A região do Pantanal é um destaque da região. É grande a fiscalização no Pantanal, no sentido de preservar a biodiversidade da região. A fauna da região é variada, da qual se destacam os jacarés, crocodilos, sucuris, felinos e um grande número de espécies de aves. A flora apresenta espécies típicas de vários ecossistemas, como do cerrado, campos, florestas, etc. Em grande parte do ano a região pantaneira fica praticamente inundada, o que garante o crescimento das gramíneas (pasto) na época de seca.

Além da diversificada vegetação do Pantanal (a oeste), o cerrado é encontrado, sobretudo ao leste, e ao sul, á vegetação presente é a típica das Florestas Tropicais.

O clima tropical semi-úmido predomina no estado, embora em algumas regiões prevaleça um clima tropical de altitude. As temperaturas, em média oscilam entre 21° e 28° C, alcançando facilmente os 40° na alta temporada de verão, período no qual as chuvas são abundantes. Porém, no inverno (época de seca), ocasionalmente a temperatura fica abaixo de 0° C, quando ocorrem as geadas.

Os rios que banham o Mato Grosso do Sul pertencem à bacia hidrográfica do Rio Paraná. Os principais são: Rio Paraguai e Paraná.