Citroterapia

Originário da Índia, o limão é uma fruta que possui uma gama de propriedades medicinais. Assim, a Medicina Alternativa vem utilizando-o para fins terapêuticos, o que recebe o nome de Citroterapia.

LIMAO1Em meados do século XVIII esta fruta já era usada no combate ao escorbuto, uma doença muito comum entre os marinhos ingleses naquela época. No entanto, apenas no século seguinte os estudiosos descobriram que a substância responsável por esse tratamento era a vitamina C, que foi batizada com o nome científico ácido ascórbico por causa do seu efeito.

O limão é uma das principais fontes de vitamina C, que, no corpo humano, contribui para a saúde dos vasos sanguíneos, evita a obstrução de artérias ao remover placas de gordura, previne a formação de radicais livres (que causam envelhecimento precoce e câncer) revigora o sistema imunológico, auxilia na absorção de ferro dos alimentos, fortalece capilares e tecidos conjuntivos e mantém a integridade de ossos, dentes, tendões e ligamentos.

A casca do limão é rica em limoneno, que além de ser responsável pelo aroma característico da fruta, também é desintoxicante, inibe o desenvolvimento de células cancerígenas, favorece a eliminação de líquidos e contribui para a redução dos níveis de colesterol ruim no sangue.

Essa fruta é rica, também, em ácido cítrico, que tem poder antisséptico e bactericida, além de ser um importante agente alcalinizante. Ainda que seja ácido, no organismo, o ácido cítrico reage com o sódio e o potássio e formam sais alcalinos (citrato de sódio e citrato de potássio), capazes de controlar a viscosidade do sangue, protegendo o corpo contra infartos, derrames, tromboses e outras desordens causadas pela má circulação. Os sais alcalinos auxiliam, também, na neutralização do ácido úrico que, em excesso, forma depósitos nas articulações, provocando reumatismo, artrite, artrose e gota, ou podem formar cristais no sistema urinário que evoluirão para cálculos renais.

Com base nessas propriedades, a Medicina Alternativa desenvolveu a cura de limão, uma técnica citroterapêutica que consiste em ingerir o suco de limão puro (sem adicionar água nem açúcar) progressivamente, durante um período de 19 dias, como mostrado na tabela abaixo. Na cura de limão, o suco da fruta deve ser ingerido nas primeiras horas do dia, ainda em jejum. Além disso, especialistas em Odontologia recomendam que o suco seja tomado com o auxílio de um canudo, para evitar que a acidez do limão prejudique o esmalte dos dentes.

citroterapia
O limão é útil, ainda, no processo de cicatrização, no tratamento de inflamações, na regulação da função intestinal, no controle da pressão arterial, entre muitos outros benefícios à saúde. Trata-se, portanto, da principal fruta de efeitos terapêuticos que se tem conhecimento.

Referência:
SPETHMANN, Carlos Nascimento. Medicina Alternativa de A a Z. Uberlândia: Natureza: 2003.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Medicina Alternativa