Hemoterapia

A hemoterapia é uma prática realizada por profissionais da saúde, que utiliza o sangue como tratamento para certas desordens, transfundindo seus hemocomponentes (componentes do sangue) e hemoderivados (derivados do sangue).

Este processo é complexo, envolvendo diferentes áreas, como onco-hematologia, imunologia, estudo das desordens transmissíveis pelo sangue, transplantes de órgãos, aféreses terapêuticas e transfusionais, dentre outras.

A obtenção dos hemocomponentes é alcançada por meio de processos físicos e englobam o concentrado de hemácias, o plasma fresco congelado, o concentrado de plaquetas e o crioprecipitado, sendo todos muito utilizados na hemoterapia.

Com relação aos hemoderivados, sua obtenção é alcançada por meio da industrialização do plasma sanguíneo e seus componentes são a albumina, as imunoglobulinas e os fatores de coagulação (Fator VII, Fator VIII, Fator IX, bem como os complexos protombínicos). Dentre os hemoderivados mais utilizados na hemoterapia são a albumina, as imunoglobulinas e os preparados hemofílicos (fator VIII e fator IX).

História no Brasil

No Brasil, esta técnica começou a avançar na década de 1940, quando foram estruturados os bancos de sangue, em Porto Alegre (RS) e Recife (PE), voltados principalmente para pacientes portadores de moléstias crônicas, como anemia falciforme e hemofilia, que necessitavam receber constantemente componentes do sangue.

No ano de 1977, foi criado o primeiro grande Centro de Hematologia e Hemoterapia, em Pernambuco, denominado Hemope, que originou os que hoje são conhecidos como hemocentros coordenadores das redes de serviços de hemoterapia e hematologia nos estados brasileiros.

Em 1983, surge o programa do governo federal Prosangue, que tem por objetivo difundir por todo o Brasil o modelo de gestão de hemocentros. Já em 1988, a nova Constituição da República Federativa do Brasil definiu a necessidade de princípios de qualidade e seguridade que devem ser atentados no sangue, definido, assim, requisitos relativos à coleta, processamento, estocagem, distribuição e aplicação do sangue, seus componentes e derivados.

Fontes:
http://www.hemoterapia9dejulho.com.br/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hemoterapia
http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/livro_hemoterapia.pdf

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Medicina