Traumatologia

Por Marlene Amariz
É a especialidade médica que investiga, diagnostica, trata e acompanha enfermidades relacionadas com fraturas e lesões ósseas e tendinosas provocadas por eventos traumáticos no aparelho músculo-esquelético ou locomotor, composto por: braços, mãos, pés, pernas, coluna , bacia, músculos, tendões e ligamentos.

Atualmente, no Brasil, a Traumatologia e a Ortopedia são especialidades unificadas.

Os acidentes mais comuns atendidos e tratados pelo traumatologista são: traumas desportivos, acidentes domésticos, de trânsito, e de trabalho. O trauma também poderá ser causado pelo aumento na velocidade de locomoção de ser humano, antes considerado como acidente, hoje, considerado como uma doença.

No caso de ocorrências de lesões e estados patológicos imediatos ou tardios, causados por violência sobre o corpo humano, atingindo sua integridade física e mental, vem à tona outra ramificação da Traumatologia denominada de Médico Legal, a qual faz parte da Medicina Legal, constituindo em torno de 60% das perícias, geralmente em causas penais e trabalhistas.

O médico traumatologista
Formação

Deverá ter como base a faculdade de Medicina, com duração de seis anos, que consiste em ciclo básico ( disciplinas como farmacologia, anatomia e fisiologia), ciclo profissional ( escolha da especialidade: traumatologia, ginecologia, urologia, etc.) e internato ou estágio ( no mínimo um ano em hospital, período integral).

Após este período há a fase de residência hospitalar, na área de Traumatologia, que dura aproximadamente dois anos, onde o recém-formado será assistido por uma equipe de especialistas e professores da área.

O médico traumatologista também poderá complementar a sua formação com pós- graduação, mestrado e doutorado, onde o curso escolhido geralmente é a Ortopedia, de uma vez que as duas especialidades são co-ligadas.

Área de atuação

Este profissional da Medicina é especializado no tratamento e reabilitação do aparelho músculo-esquelético quando atingido por por traumas e acidentes , nos mais diversos graus de comprometimento, responsabilizando-se pela restauração e acompanhamento do paciente. Suas atividades poderão ser desenvolvidas em hospitais e clínicas particulares ou públicas, academias, e centros desportivos, onde o atendimento ao atleta torna-se muitas vezes urgente e primordial, fazendo com que a área esportiva torne-se muito promissora para o traumatologista, de uma vez que em geral as instituições visam uma rápida recuperação do atleta e um profissional especializado de plantão.

O traumatologista também relaciona-se mais freqüentemente com profissionais de fisioterapia, radiologia, e reabilitação.

Cabe lembrar também que, como em qualquer área profissional, o aprendizado e a atualização deverão ser constantes, além disso, algumas qualidades como: bom-senso, ética profissional, sensibilidade, entre outras, farão deste profissional um diferencial no mercado de trabalho.

Fontes
- Traumatologia – Dicionário Michaelis
- Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
- Instituto Niso Balsini

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.