Arte Acadêmica

Por Fernando Rebouças
A arte acadêmica é caracteriza um estilo artístico europeu que vigorou entre os séculos 17 e 19, e mantinha a ideia de manter as regras formais e técnicas lecionadas nas academias de pintura.

Na arte acadêmica o artista deveria seguir um conjunto de padrões estéticos da Academia de Belas Artes. O artista não tinha a liberdade de imitar a realidade, mas recriar a beleza idealizada.

Todo acontecimento, histórico ou não, deveria ser expresso de forma grandiosa e épica, principalmente na época do Império e do nacionalismo no Brasil. Até o início do século XX, a arte acadêmica predominou no Brasil acarretados de temas históricos e mitológicos, principalmente na época do neoclassicismo.

A Academia Imperial de Belas Artes, na cidade do Rio de Janeiro, inaugurada em 1826, era a principal referência deste movimento no Brasil. Os principais artistas brasileiros desta fase são Pedro Américo, Vitor Meireles e José Ferraz.