Alergia à ovos

A alergia ao ovo é um tipo de alergia que predomina em lactentes de 0 a 6 meses de vida. A porcentagem de crianças que se encontram nessa faixa etária, acometidas por esta condição, gira em torno de 75%, sendo que, quando associada ao leite, representam 100% dos casos de alergia.

Desde o momento em que é ingerido, o ovo pode resultar em reações graves. Dentre a sintomatologia apresentada pelos pacientes alérgicos a este produto, são observados problemas respiratórios (asma) ou cutâneos (urticária e eczemas).

Os alérgenos estão presentes especialmente na clara do ovo, mas não somente na mesma. Os médicos aconselham evitar completamente fornecer clara de ovo aos lactentes (durante o primeiro ano de vida), sendo necessária uma atenção especial, já que este ingrediente está presente em diversos produtos alimentares. Os rótulos dos alimentos obrigatoriamente devem apresentar a composição dos produtos, sendo que dentre as diferentes terminologias que indicam a presença de ovo estão:

  • Albumina;
  • Ovalbumina;
  • Clara de ovo;
  • Gema de ovo;
  • Maionese;
  • Ovoglobulina;
  • Globulina;
  • Conalbumina;
  • Lisozima (E1 105);
  • Ovovitelina;
  • Livetina;
  • Lecitina;
  • Vitelina.

O ovo é um alimento muito rico em nutrientes, que contêm lipídios, proteínas, vitaminas B1 e B2. Sendo assim, é necessário realizar a reposição desses nutrientes, caso este alimento seja excluído da dieta. O ovo, assim como o leite de vaca, pode produzir alergia cruzada. Nesses casos, deve-se desconfiar de penas e dejetos de aves que podem apresentar a mesma proteína alergênica. Outro ponto importante é ter o conhecimento se as vacinas utilizadas na imunização do lactente são produzidas com ovos, pois, em caso de alergia, estas são contra-indicadas.

Fontes:
http://www.tratandoalergia.com.br/2006/conteudo_duvidadomesnew.asp?i=94
http://www.cmwsaude.com.br/loja/index.php?option=com_content&view=article&id=11&Itemid=2
http://www.nestlebaby.com/pt/baby_development/saude_bebe/allergies/

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Nutrição