Alimentação e os Efeitos da TPM

Por Cristiane Zoller
Nos dias atuais muito vem sendo comentado sobre a Tensão Pré Menstrual, a famosa TPM. O número de mulheres que sofrem desse mal está cada vez maior e muitas são as causas ligadas ao aumento significativo desse problema.

O estresse e a correria, as mudanças hormonais e a alimentação são alguns dos fatores relacionados ao desencadeio da TPM. Para se amenizar a tensão deste período é preciso tomar alguns cuidados nestes dias críticos na vida de toda a mulher.

Nos dias que antecedem a menstruação é comum as mulheres ficarem mais nervosas e irritadas, apresentarem alterações no humor, ansiedade e vontade de chorar, devido a isso, o ideal é cuidar com a alimentação, pois, ela terá papel fundamental para evitar e melhorar esses sintomas aparentes durante o período menstrual. Neste momento, é indicado o consumo de alimentos ricos em cálcio e vitamina B6, pois, os níveis destes nutrientes sofrem uma queda e favorecem no aparecimento desses desconfortos.

Para atingir os níveis de cálcio necessário consuma leite, sorvete, queijos e derivados, folhosas verdes (saladas verdes). Para atingir os níveis de vitamina B6, prefira carnes, lentilha, feijão, grãos integrais, banana e levedo de cerveja. Além disso, é interessante incluir na dieta alimentos ricos em fibras, pois, auxiliam na eliminação do bolo fecal e do estrogênio (hormônio relacionado à TPM). Fazer algum tipo de exercício físico também favorece a diminuição do estresse.

Assim como existem alguns alimentos que quando consumidos favorecem na diminuição de alguns sintomas da TPM, existem outros que os intensificam. O aumento no consumo de doces em geral leva a queda de cálcio, vitamina B6 e magnésio no organismo, provocando picos de hipoglicemia (diminuição dos níveis de açúcar no sangue), aumentando a ocorrência de ansiedade, alterações no humor e maior vontade de consumir doce. Os alimentos ricos em gordura também devem ser evitados, pois, aumentam a produção de estrogênio favorecendo o aparecimento de espinhas. Para aquelas que sofrem com a retenção de líquidos e edema aconselha-se diminuir o consumo de sal e aumentar o consumo de água, chás e alimentos diuréticos.

Com todas essas orientações torna-se mais fácil de diminuir os sintomas que tanto incomoda as mulheres todo o mês.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.