Dicas para evitar a Constipação (prisão de ventre)

Por Cristiane Zoller
Constipação é a dificuldade que o ser humano apresenta em evacuar, também é conhecida por “prisão de ventre”. O seu tratamento está diretamente ligado à necessidade de modificar as suas causas, e dentre elas, podemos citar: estresse, dieta pobre em fibras, falta de exercício físico, baixa ingestão de água (menos que 4 copos por dia), irregularidade no horário das refeições e uso exagerado de laxativos.

Algumas vezes, devido ao intestino preso, a pele e o cabelo sofrem alterações, o hálito perde o frescor, ocorre acúmulo de gases, mal estar, o humor torna-se alterado e até o raciocínio é prejudicado.

Mas existem várias dicas simples que podem ser seguidas e ajudam a melhorar a constipação:

- Aumente o consumo de líquidos, principalmente de água, bebendo pelo menos de 6 a 8 copos de água diariamente;

- Não fique parado, faça alguma atividade física (caminhada, bicicleta, natação), seja mais ativo em outros momentos do dia aproveitando para subir escadas, fazer uma pequena caminhada até o trabalho ou mesmo por lazer;

- Inclua as fibras em sua alimentação, comendo frutas e verduras todos os dias como: mamão, laranja com bagaço, maçã com casca. Todos esses são alimentos ricos em fibras.

- Substitua o arroz branco pelo integral;

- Escolha o pão integral ao invés do pão branco. Utilize o farelo de trigo, acrescentando no seu almoço e jantar (1 colher de sopa cheia para cada refeição);

- Quando for preparar algo assado (pão, torta, bolo, biscoito), troque a metade da farinha por farinha de trigo integral;

- Salpique farelo de trigo ou aveia no molho de macarrão, sopas, carnes ensopadas;

- Bata hortaliças no liquidificador para engrossar sopas;

- Coma mais frutas do que simplesmente sucos;

- Quer um lanche com fibras? Então coma pipoca;

Essas são algumas dicas para lhe ajudar com este problema, mas caso os sintomas persistam, procure um médico ou nutricionista.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.