Solução Irrigadora

Por Samara Ferreira
As soluções irrigadoras têm como objetivos facilitar a remoção de restos orgânicos e inorgânicos, além de diminuir o número de microorganismo, propiciar melhor ação dos curativos, conservar umedecida as paredes do canal e sustentar partículas em suspensão e finalmente limpar o canal, movendo completamente o que tem dentro.

Existem diversos termos que não devem ser confundidos, como por exemplo; o termo bactericida significa a capacidade de matar bactérias e é diferente do termo bacteriostático, que compreende o poder de inibição do crescimento bacteriano.

Outros termos também são destacados, quanto ao critério de uma solução irrigadora adequada:

  • Substantividade: é a capacidade que uma substancia tem de continuar agindo mesmo sendo retirada daquele local (por exemplo: Clorexidina,Hidróxido de cálcio).
  • Alvejante: tem a competência de branquear (Ex: Hipoclorito de Sódio).
  • Adstringente: causa constrição.
  • Desodorante: possui a capacidade de tirar o odor.
  • Detergente: possui o domínio de produzir ação de purificação.
  • Hemostático: habilidade de conter a hemorragia.
  • Emulsificante: capacidade de se misturar com outras substâncias.
  • Reação de saponificação: aptidão de transformar a gordura em sabão (dentro do canal tem gordura, restos de produtos de necrose de decomposição bacteriana).
  • Emolientes: capacidade de amolecer
  • Quelantes : substâncias com capacidade de fixar íons metálicos ou seja tem o poder de roubar íons metálicos do componente molecular, por exemplo, quando o especialista esta realizando um tratamento de canal, ele esta produzindo muita raspa de dentina e os túbulos dentinários se encontram completamente fechado com aquela lama de dentina (smear layer),portanto, uma substancia quelante tem a habilidade de roubar o Ca, retirando e jogando fora, liberando os túbulos dentinários para receber uma medicação do canal.( ex: EDTA).
  • Efervescência: é a mistura de substâncias químicas diferentes para produzir essa efervescência. Um exemplo interessante que simula essa situação de efervescência é quando se mistura uma substância efervescente, num corte contendo raspas de lápis e após alguns minutos é possível observar uma imersão do grafite para a superfície.
  • Biocompatibilidade; É quando uma substância pode ser combinada com outra, sem aversão.
  • Tensão superficial: é a capacidade de molhar, umedecer. Por exemplo, quando uso uma substância química (Quanto menor tensão superficial esta apresentar, mais capacidade de entrar nos canais, de penetrar dentro das reentrâncias, túbulos, canais acessórios, laterais secundários, possui). Exemplos: hipoclorito, detergente (menor tensão superficial).

No entanto, é bastante interessante salientar para o paciente que nenhuma dessas substâncias para irrigar o canal não deve ser ingerida.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
ZERLOTTI, E.  Contribuição à terapêutica dos condutos radiculares. Campinas, 1959. 87 p. (Tese de Doutorado) - Faculdade de Odontologia de Campinas, São Paulo.
LOPES E SIQUEIRA JR., 2010.  Endodontia Biologia e técnica. 3 ª ed. Rio de Janeiro, Guanabara koogan.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.