Geografia do Paraguai

O Paraguai é um país situado no interior da América do Sul entre as bacias dos rios Pilcomayo, Paraná e Paraguay e está direcionado para o Oceano Atlântico pelos dois últimos rios citados. O Paraguai faz fronteira com a Bolívia ao norte e a noroeste, ao sul e oeste com a Argentina e a leste com o Brasil. Sua área total possui 406.750 km² (397.300 km² de terra e 9.450 km² de água).

As planícies representam dois terços deste país. O rio Paraguai divide este país em duas regiões bem diferentes: o Gran Chaco ou região ocidental na parte oeste e a selva ou região oriental no leste, caracterizada por ser mais montanhosa. O Gran Chaco faz parte (menos na região ocidental) de uma planície aluvial que vai do Paraguai em direção aos países fronteiriços e está coberto de pastagens, pântanos e matagais. A selva é formada principalmente pela porção sul da planície do Paraná. O principal sistema montanhoso está integrado pelas serras e cordilheiras de Amambay, Mbaracayú e Caaguazú, cujo relevo dificilmente ultrapassa os 800 m de altitude. Há uma pequena cordilheira, chamada Cordillerita, situada no centro do país.

Os três grandes rios paraguaios desembocam na bacia do Rio da Prata, na Argentina. O rio Pilcomayo (1.610 km de curso total) nasce nos Andes bolivianos e é pouco navegável dada sua escassa profundidade. O rio Paraguai (2.250 km de extensão), que dá nome ao país, origina-se em território brasileiro (Mato Grosso) e, finalmente, o rio Paraná, cuja extensão é de 4.500 km, também nasce em solo brasileiro.

Situado na linha do Trópico de Capricórnio, O Paraguai desfruta de um clima entre temperado e quente, durante a maior parte do ano, com uma temperatura média de 24°C. A região oriental possui um clima mais úmido e chuvoso e a região ocidental tem um clima árido e seco. Os verões são longos e as temperaturas podem chegar a 40°C. Os invernos são temperados e breves, mas nos meses entre julho e agosto as temperaturas podem atingir 0°C.

A grande diversidade da vegetação no Paraguai se deve à convergência de quatro centros de biodiversidade: do norte ocorreu a migração de espécies da Amazônia, do sul as espécies dos pampas, do leste as espécies das matas atlânticas e do oeste as espécies da região dos Andes. Estima-se que a quantidade de espécies de plantas do Paraguai seja algo próximo de 13.000.

A fauna paraguaia é uma das mais diversificadas do mundo, composta por mais de 100.000 espécies de invertebrados, 645 espécies de aves, 230 espécies de peixes, 167 espécies de mamíferos, 100 de répteis e 46 de anfíbios.

Arquivado em: Geografia, Paraguai