Gado Pardo Suíço

Por Débora Carvalho Meldau
Esta raça é encontrada em Schwyz, Lucerna, Uri, Zurich, Grisones, Glaris, entre outras. Também é conhecida como Schwyz, adotando o nome Pardo-Suiço apenas no ano de 1880.

Atualmente, esta raça é criada em quase todos os países europeus, principalmente Itália, Alemanha e Áustria. É encontrada nos Estados Unidos e Canadá, onde recebe o nome de Brownswiss. Também são encontrados alguns centros de criação no Uruguai, Argentina e Brasil.

Características raciais

Os animais desta raça possuem uma pelagem cinzenta-escura, também conhecida pelo nome de pêlo-de-rato (a cor preferida pelos criadores), cinzenta, parda-clara e parda-escura. Os machos, geralmente são mais escuros que as fêmeas. São comuns exemplares com pelagem clara ao redor do espelho nasal e partes internas dos membros e do dorso; possuem cascos pretos e chifres brancos com pontas pretas; a pele é grossa e elástica com pêlos curtos e grossos; as mucosas são escuras.

O pescoço é bastante grosso nos machos e nas fêmeas, característica que deve ser corrigida, principalmente nas linhagens leiteiras; a barbela é pouco desenvolvida.

A cabeça possui tamanho mediano, com fronte larga, chifres curtos e dirigidos para frente e para cima, geralmente grossos na base; os olhos são grandes e pretos; as orelhas são de medianas e cobertas por pêlos.

Possuem peito largo e amplo tórax, com bom arqueamento de costelas; paletas grosseiras e musculosas; dorso e lombo com boa cobertura muscular; linha dorso-lombo-garupa reta; ventre desenvolvido; garupa ampla, larga e às vezes, com leve inclinação; nádegas e coxas com boa cobertura muscular e retilínea. Sua conformação varia, oras cilíndrica, revelando características de produção de corte da raça; oras em forma de cunha, revelando características leiteiras. Possui membros curtos, com bons aprumos e cascos redondos e de cor escura; o úbere é bastante volumoso, de boa conformação e protegidos por pele fina e flexível; os tetos são bem implantados e de tamanho mediano.

Aptidão

Esta raça é voltada para a produção leiteira. A produção média por lactação, é de 3.000 kg. Na Suíça e em outros países, os machos são criados para a produção de carne. No Brasil, as fêmeas são utilizadas para leite e os machos para corte e, em vários programas de cruzamentos com o Zebu, resultando em mestiços de boa qualidade e com dupla aptidão, para corte e leite.

Adaptação

Os fatores que mais limitam a criação desta raça no Brasil são: o calor, a radiação solar, a umidade, a alimentação (especialmente no período de seca) e as doenças infecciosas e parasitárias. Ou seja, o Pardo-Suíço não apresenta boa tolerância ao clima tropical e a manejos inadequados.

Fontes:
http://www.pardo-suico.com.br/secundaria/raca.asp
http://www.udr.org.br/raca_bovina1.htm
http://www.portaldoagrovt.com.br/agro/pecuaria/pardo_suico_de_leite.pdf
http://www.abspecplan.com.br/?modulos/abs_news/express:553