Conhecimento Geográfico

Por Maíra Althoff De Bettio
“A Geografia estuda as relações entre o processo histórico que regula a formação das sociedades humanas e o funcionamento da natureza, através da leitura do espaço geográfico e da paisagem.”

É desta forma que o PCN inicia a delimitação acerca das características e importância social da Geografia.

Quando se observa a paisagem atual é possível desvendar inúmeras situações ocorridas naquele ambiente, tanto naturalmente como socialmente. A possibilidade de reparar as mudanças que sofreu determinada montanha e como sua formação rochosa se desenvolveu pode ser feita a partir de como ela é vista atualmente. O mesmo serve para estudar situações do meio social.

O espaço no qual o homem está inserido sofre constantes mudanças, pois a evolução do ser humano se reflete no ambiente em que ele se encontra porque este modifica ou mantém as características presentes no local em que está. Sendo assim, quando se pesquisa acerca da totalidade, este estudo deve abranger o espaço topológico, isto é, o espaço vivido e percebido.

Transportando tudo isto para dentro da sala de aula – Ensino Fundamental -, deve-se levar em consideração a idade dos alunos de determinada série e adequar tais estudos à faixa etária em questão. O item principal deve ser o espaço geográfico, porém, lugar, paisagem e território também devem ter seus lugares na hora do ensino-aprendizado.

As explicações sobre o que é território surgiram no final do século XVIII e baseavam-se que território é o espaço ocupado por alguma espécie, sendo animal ou vegetal, e nele acontecem todas as mudanças relacionadas a tal ser. Logo em seguida, outras concepções acerca disso surgiram e defendiam que um território é propriedade de determinada sociedade humana, sendo assim, dominado por um Estado. Geopoliticamente falando: “território é o espaço nacional ou área controlada por um Estado-nacional”. Não esquecendo, que a construção de um território é a partir de uma formação social.

Envolvidas mais essas questões a respeito das delimitações de um território, entra em questão, novamente, o ensino aos discentes, pois, apesar das divisões e propriedades de um território, dentro de um único destes pode haver bastante divergência, ou seja, diferentes culturas, crenças, etnias, visões políticas, pensamentos, entre outros. É a partir de toda essa variedade que cada território cria sua identidade nacional.

Dentro da Geografia existem as categorias que dão nome a cada especificidade, como por exemplo, território e paisagem. Este penúltimo pode ser considerado o conjunto da última, isto é, ambas as categorias citadas estão interligadas. A diferença é que paisagem, na Geografia, é considerada como uma unidade visível, que, a partir dela, podem ser representados o passado e o presente, para deixar bem claro: “A paisagem é o velho no novo e o novo no velho!”.

Em todos os anos escolares, desde seu princípio, o aluno deve entender sua função dentro do espaço em que se encontra inserido, além disso, deve compreender que sociedade e natureza estão intimamente ligadas e estão sempre se modificando e que ele, o estudante, faz parte desse todo. As consequências de seus atos também devem ser pensadas com reflexos regionais, nacionais e até mundiais, pois o ser humano faz parte da sociedade e da natureza.

Fonte:
PCN - Parâmetros Curricluares Nacionais.