Processo de aprendizagem antes e depois do estudo das Frações

No início de nossa vida escolar, somos alfabetizados de maneira bem direta com a utilização de ferramentas pedagógicas entre outras atividades que estimulam desde sempre  nosso espírito investigativo em querer sempre aprimorar e absorver maior conhecimento. A utilização de materiais concretos nas séries iniciais da educação escolar para melhor desenvolver o aprendizado de disciplinas como matemática é de extrema importância.

O estudo inicial com materiais concretos na matemática, facilita posteriormente o estudo de frações como por exemplo nas noções de partes inteiras e divisões.

Analisando como a fração e proposta no ensino regular, assemelhando-se com o estudo de razões vem a nossa cabeça a palavra divisão, que na fração fazemos um processo denominado simplificação. Reduzindo qualquer fração em uma outra fração de mesma equivalência.

Sabemos por exemplo que as frações são escritas de maneira tal que o numerador encontra-se na parte superior,e o denominador na inferior da seguinte forma  N/D, esse denominador deve ser diferente de 0 para que a validade da fração seja verdadeira. O numerador representa a parte inteira da fração enquanto o denominador representa  as partes que subdivididas formam um  inteiro. Um grande exemplo é quando pegamos uma barra de chocolate,e esta barra possui divisões que chamamos de partes do inteiro. A parte do inteiro como vimos anteriormente ira figurar como o numerador, e as partes do inteiro irão figurar no denominador. Supondo que essa barra de chocolate possui 3 partes iguais, ao pegarmos 1 dessas partes estamos pegando 1/3 da barra inteira.

Existem milhares de exemplos como o que citamos anteriormente.

É evidente que o estudo de frações fique de mais claro entendimento com o uso de materiais concretos, por isso é importante ser trabalhado o uso desses materiais como ferramenta pedagógica nas series iniciais,desenvolvendo práticas que serviram de auxilio quando problemas de frações forem abordados.

O conceito de Divisão deve ser sistematizado. Quando falarmos em fração por exemplo,  conceitos práticos como o da simplificação devem estabelecer uma conexão direta com tópicos  e definições de divisão. É importante sabermos separar esses conceitos para que o aluno possa sabe-los explorar na hora certa.

Esses processos de aprendizagem de frações serve de modelo futuro para aplicar importantes definições no estudo da porcentagem, pois se observarmos bem a conexão desses assuntos na matemática são muito fortes.

Por isso é importante a introdução de ferramentas pedagógicas no ensino de frações.

Bibliografia:
Iezzi - Fundamentos de matemática elementar.
Dante-Tudo é matemática - Ensino fundamental.
Manoel Paiva - Vol único - Matemática do Ensino médio.

Arquivado em: Matemática, Pedagogia