Almeirão

Por Marina Martinez
O almeirão, pertencente ao gênero Cichorium, e também conhecido como chicória amarga, é uma planta herbácea perene, nativa da Europa, muito apreciada e cultivada em vários países. Membro da família Asteraceae, da qual fazem parte também às alfaces e as serralhas, o almeirão é uma hortaliça muito nutritiva. As folhas de almeirão são excelentes fontes de vitaminas A, C e do complexo B, além de conterem boas doses de fósforo, ferro e até mesmo cálcio. Seu sabor amargo característico é apreciado em diversos pratos na culinária de diferentes culturas. E os culpados por darem este sabor amargo ao almeirão são principalmente às substâncias denominadas lactucina e lactupicrina, conhecidas por serem substâncias benéficas a saúde, pois possuem propriedades analgésicas.

Almeirão
Almeirão
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Gênero: Cichorium
Espécie: Cichorium intybus

Considerada uma planta forte e resistente, que se desenvolve melhor em locais com boa exposição ao sol, o almeirão possui como características folhas verdes robustas recobertas de pêlos e com formato lanceolado, raiz longa de formato cônico, caule duro e ereto com ramificações, e suas inflorescências são formadas por flores liguladas que possuem coloração que varia do azul ao roxo. O almeirão atinge de 40 cm a 1 m de altura e seu fruto é do tipo aquênio (seco e indeiscente). Desenvolve-se muito bem em solos bem drenados e quando possui um ambiente propício com solo fértil, enriquecido com matéria orgânica e temperatura ideal (de 20º a 28ºC), formam-se lindos almeirões que podem ser colhidos após 70 dias do plantio (propaga-se por semente).

Consumido de variadas formas, desde cozidos ou ate mesmo crus, os almeirões estão presentes na alimentação de muitas pessoas. Além da folha de almeirão ser de baixa caloria (100g fornece apenas 20 calorias), é um alimento muito nutritivo e saudável. Por ser rico em vitamina A, tem ação antioxidante, prevenindo assim o envelhecimento precoce. Porém as folhas de almeirão devem ser consumidas frescas e devidamente limpas, pois podem conter alguns parasitas que se ingeridos causam algumas verminoses intestinais causando diarréia, cólica, náuseas e outros sintomas.

Conhecida também por ser uma planta com propriedades medicinais o almeirão já vem sendo usado há muito tempo com este propósito. Desde a época dos antigos romanos ele era utilizado para tratar distúrbios do fígado. Além disto, é um poderoso diurético, laxativo, anti-helmíntico e bastante indicado para combater a gastroenterite, icterícia, para limpar os rins e serve também como um estimulador de apetite.

Leia também:

Fontes:
http://nutrirsaude.com.br/novo/index.php?pagina=almeirao
http://pt.wikipedia.org/wiki/Almeir%C3%A3o
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-05362003000100018&script=sci_arttext
http://www.cnph.embrapa.br/bib/saibaque/almeirao.htm
http://www.deromeperenner.se/lista_perenner_2008.htm