Cedro-do-líbano

O nome científico do cedro-do-líbano é Cedrus libani. É uma árvore conífera com origem em região montanhosa mediterrânea e encontrada na República do Líbano, Chipre, Turquia e na Síria Ocidental. Porém, alguns estudiosos indicam que espécies semelhantes ao cedro-do-líbano podem ser encontradas na região montanhosa do norte da Argélia, do Marrocos, ao sudoeste da Turquia e na parte noroeste da África.

Cedro do Líbano (Foto: © Copyright Stuart Logan. Licenciada para reuso sob CC 2.0)

Cedro do Líbano (Foto: © Copyright Stuart Logan. Licenciada para reuso sob CC 2.0)

Essas variedades são as seguintes:

  • Cedrus libani var. atlântica - Marrocos e Argélia.
  • Cedrus libani var. brevifolia - Chipre.
  • Cedrus libani var. stenocoma - sudoeste da Turquia.
  • Cedrus libani var. libani - Líbano, Síria ocidental e Turquia centro-meridional.

O cedro-do-líbano é encontrado com bastante frequência em grandes altitudes da Turquia e do Líbano, local onde este tipo de árvore forma florestas puras ou mistas em conjunto com o pinheiro-larício, os abetos-da-cilícia e com o gênero Juniperus. Além disso, é abundante na altitude do Chipre e dos montes Atlas (África), onde ocorre em florestas em conjunto com plátanos, carvalhos, zimbros e abetos-da-numídia. Fora isso, há diversas florestas puras de cedro-do-líbano.

Com folhagem abundante, o cedro-do-líbano apresenta, em seu primeiro estágio de vida, uma copa em forma de cone. Já na forma adulta, a copa torna-se rasa e divide-se em andares distintos. Do tipo dimórfico, os ramos menores são denominados braquiblastos e os grandes, macroblastos. No que se refere à folhagem, tem formato de agulhas com espaçamento entre os grandes ramos e são encontradas em conjuntos que chegam a até 45 folhas nos pequenos ramos.

Produzidas a cada dois anos, as pinhas (estróbilos) tem seu amadurecimento 12 meses depois de serem polinizadas. Medindo aproximadamente 15 milímetros de comprimento e seis milímetros de diâmetro, as sementes apresentam asa em formato de triângulo entre 20 e 25 centímetros de comprimento. A ocorrência da primeira aparição de estróbilos se dá no momento em que a árvore chega aos seus 20 e 40 anos. O cedro-do-líbano pode durar séculos, é uma das árvores de maior longevidade.

O cedro-do-atlas, variante bastante conhecida do cedro-do-líbano, apresenta rebentos pubescentes, que se distinguem das outras espécies pela presença de pelos, e folhas glaucas. No que se refere ao clima, o cedro-do-líbano não apresenta muita tolerância à sombra, sempre buscando a exposição à luz solar. No caso das árvores mais jovens, é possível que se desenvolvam parcialmente na sombra, mas também precisam do sol para que cresçam. Normalmente, elas nascem em regiões de pequenos aguaceiros de verão, tolerando bem as épocas de seca.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cedro-do-l%C3%ADbano
http://www.lavras24horas.com.br/portal/conheca-o-cedro-do-libano/
Foto: © Copyright Stuart Logan e licenciado para reuso sob Creative Commons 2.0.