Oclocracia

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

Oclocracia não é um modelo formal de governo, mas uma administração crítica das instituições.

Toda sociedade tem a necessidade de se organizar e de se administrar. Seja ela grande ou pequena. Ao longo da história, a humanidade conheceu diversas formas de organização humana, desde às comunidades primitivas até as sociedade mais complexas dos nossos dias. Para mantê-las, todavia, sempre foi preciso definir um padrão que garantisse a convivência e a sobrevivência, a fim de que a mesma sociedade possa prosperar e permanecer viva. Na Antiguidade Clássica, os gregos criaram uma forma de organização que influenciaria toda a história da humanidade, especialmente no que se refere ao Ocidente. A Grécia Antiga tornou-se referência como berço da democracia. Embora diferente do modelo de democracia que cultivamos e defendemos hoje, a forma de governo dos gregos previa a participação de todos os cidadãos na tomada de decisões da sociedade. O modelo de gestão seria o mais difundido entre os povos ocidentais.

No entanto, outras formas de governo e administração surgiram após a democracia ou da democracia. Quando se trata especificamente da segunda situação, pode-se citar a Oclocracia. Esta não vem a ser exatamente um modelo de governo, ela é fruto do abuso instalado em um governo democrático. Esse abuso, contudo, é muito diferente da oligarquia ou da tirania. A primeira é uma forma de governo na qual o poder político está concentrado nas mãos de um pequeno número de pessoas, geralmente membros da nobreza, herdeiros de famílias poderosas, empresários com poderes políticos ou militares. Por sua vez, a tirania foi uma forma de governo muito típica à Grécia Antiga e utilizada em alternativa à democracia, atribuindo poder ilimitado ao chefe de governo.

A Oclocracia é a tomada de poder pelas multidões descontroladas, sobressaindo ao poder legítimo e fazendo valer seus intentos. Em uma situação como esta, as multidões se tornam detentoras dos negócios públicos e colocam as instituições em situações críticas de administração por causa da irracionalidade ou ausência de uniformidade na gestão dos bens públicos.

Fontes:
http://xa.yimg.com/kq/groups/13772711/2022159649/name/Democracia+ou+oclocracia+....pdf
http://www.grupoinconfidencia.org.br/sistema/index.php?option=com_content&view=article&id=1315:o-brasil-e-uma-oclocracia&catid=101:artigos-classicos&Itemid=148
http://www.oeco.org.br/marc-dourojeanni/16391-oeco_17050

Arquivado em: Política