Adjetivo Restritivo e Explicativo

Por Ana Paula de Araújo
Quanto à sua função como determinante, o adjetivo pode se comportar basicamente de duas maneiras:

1. ele pode servir para restringir o substantivo, tornando-o único entre um grupo:

  • O aluno foi suspenso por três dias.
  • O aluno paulista foi suspenso por três dias.

2. o adjetivo pode ainda explicar o substantivo, destacando características inerentes ao substantivos:

  • O fogo foi o causador da queimadura.
  • O fogo quente foi o causador da queimadura.
  • A faca representa perigo.
  • A faca afiada representa perigo.

Sendo assim, os adjetivos podem ser classificados de duas maneiras, considerando as características acima: ADJETIVOS RESTRITIVOS ou ADJETIVOS EXPLICATIVOS.

Conceituando...

ADJETIVO RESTRITIVO: particulariza o significado do substantivo a que se refere, uma qualidade que não é própria do ser: fruta madura, homem baixo, céu alaranjado, etc.

ADJETIVO EXPLICATIVO: exprime características inerentes ao substantivo a que se refere, uma qualidade própria do ser: fogo quente, neve fria, céu azul, etc.

Além de serem classificados como explicativos ou restritivos, os adjetivos também podem ser classificados como: SIMPLES ou COMPOSTOS; PRIMITIVOS ou DERIVADOS.

ADJETIVOS SIMPLES: formado por um só radical.

ADJETIVOS COMPOSTOS: formados por mais de um radical.

ADJETIVOS PRIMITIVOS: formado apenas pelo radical, não possui afixos, nem se origina em outro adjetivo.

ADJETIVOS DERIVADOS: adjetivos formados por derivação, ou seja, provêm de um adjetivo primitivo ao qual são acrescentados afixos.

SINTAXE

Quanto à sintaxe, o adjetivo funciona como um modificador¹ do substantivo ou de uma palavra com valor de substantivos. O adjetivo pode ainda ser substantivado² ou acrescido de uma preposição, formando, neste último caso,  uma locução adjetiva³. A locução adjetiva pode ser formada também por substantivos, advérbios, etc., mas terá sempre valor de adjetivo.

  • ¹ Faz um bom tempo em Fortaleza hoje.
  • ² Os maus pagarão pelos seus atos.
  • ³ Aqueles homens sem escrúpulos não escaparão da cadeia.

Posição do Adjetivo

O adjetivo pode aparecer antes ou depois da palavra a qual faz referência (geralmente o substantivo), mas em alguns casos, dependendo de sua anteposição ou posposição ao substantivo, o adjetivo pode mudar de significado:

  • Aquela era uma pobre criança. / Aquela era uma criança pobre.
  • Esta é uma simples frase. / Esta é uma frase simples.

O adjetivo pode aparecer, também, em forma de ORAÇÃO. Nesse caso, ele irá ganhar uma nova denominação: ORAÇÃO SUBORDINADA ADJETIVA.

Este tipo de oração pode ser classificada de duas maneiras, segundo os mesmos critérios do adjetivo: RESTRITIVAS ou EXPLICATIVAS.

As O. S. Adjetivas Restritivas são aquelas que dão ao referente uma característica que o difere dos demais de seu grupo, particularizando-o. Elas não são separadas por vírgula.

  • Os homens que não procuram o diálogo possuem muitos conflitos em casa.

Já as O. S. Adjetivas Explicativas são as que trazem uma característica própria daquele indivíduo, inerente, justificando-o. Estas, por sua vez, aparecem entre vírgulas.

  • As mulheres, que são sensíveis, sofrem pela falta de diálogo.

As vírgulas nas Orações Adjetivas

Observe as seguintes frases:

  • As mulheres que são mães têm trabalho dobrado. (apenas aquelas que são mães têm trabalho dobrado)
  • As mulheres, que são mães, têm trabalho dobrado. (as mulheres são mães e por isso têm trabalho dobrado)
  • Os homens que não trabalham são muito criticados. (aqueles que não trabalham são criticados)
  • Os homens, que não trabalham, são muito criticados. (já que os homens não trabalham, eles são criticados)

Como podemos ver, devemos tomar um cuidado especial com o uso da vírgula nestas orações, pois dependendo da presença ou da ausência da vírgula, obteremos um sentido diferente para as frases.