Herbicidas

Por Fernando Rebouças
O Herbicida é um produto químico ou, em algumas técnicas, natural empregado para o controle de ervas que possam prejudicar uma determinada  plantação. O herbicida químico age com mais velocidade, com menor custo, não revolve o solo, mas pode deixar resíduos na natureza e, empregado de maneira incorreta, provocar doenças ao homem.

O seu emprego pode provocar contaminação ambiental e incentivar a proliferação de ervas resistentes. Segundo a Embrapa , além do herbicida natural, há três tipos distintos de herbicidas:

  • Pós-emergente: Aplicado  de modo uniforme sobre um solo úmido depois da brotação das plantas daninhas, considerado uma substância que controla o mato.
  • Pré-emergente: Também controla o mato, mas diferente do anterior, é aplicado em solo úmido antes do desenvolvimento de plantas daninhas.
  • Seletivo: Aplicado em área de plantio, não atinge a cultura principal, mas tem o poder de controlar o mato de maneira eficiente.

Dentre os herbicidas naturais podemos citar:

  • Capina manual – Capinar é trabalhoso, mas retira as plantas daninhas com facilidade, ajuda a arejar o solo e soltá-lo. A capina deve ser realizada no início da primavera.
  • Bagaço – Utilizar o bagaço como cobertura morta impede o desenvolvimento de ervas daninhas. O bagaço, além de impedir o crescimento das ervas, permite a sua retirada de modo mais fácil.
  • Milho e Vinagre – O glúten de milho e o vinagre são herbicidas naturais. O glúten não deixa sementes no solo, sendo aconselhado não ser utilizado em gramado ou em local sem plantação. O Vinagre precisa ser pulverizado sobre as plantas daninhas.
  • Processo manual – É possível, por meio de escavação profunda, a retirada da erva daninha desde a sua raiz, porém é necessário retirar sem espalhar as sementes da mesma. A retirada deve ser feita na primavera, antes das ervas daninhas secarem.

Os herbicidas químicos têm como base o glifosfato, com princípio bioquímico de inibir uma determinada enzima naturalmente necessária para o crescimento das plantas. A ausência dessa enzima retira da planta a capacidade de produzir outras proteínas para o seu crescimento, desse modo, o herbicida consegue retirar a coloração da planta e enfraquecer a planta que morre num prazo de dias ou semanas.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Herbicida
http://pt.diystart.com/index.php/tag/herbicidas-naturais
http://ambiente.hsw.uol.com.br/questao357.htm