Fotógrafo de Moda

Por Ana Lucia Santana
O fotógrafo de moda é um profissional novo no mercado fashion, bem como no âmbito fotográfico. As fotos pioneiras valorizavam extremamente o figurino, não pretendendo nada mais do que promover a indumentária. Era um registro praticamente documental, sem quaisquer propósitos estéticos e humanos, desprovido de preocupações com o cenário utilizado.

Nas transformações que refletiram diretamente na visão da moda, criou-se uma outra mentalidade, um olhar mais voltado para uma postura corporal e existencial, um desejo de captar formas renovadas de expressão. O figurino agora é relegado para as margens, e em alguns momentos chega a desaparecer da produção fotográfica, que valoriza mais o comportamento ao qual a grife deseja estar conectada.

Esta fotografia assume características peculiares, que a diferenciam de outras modalidades, ao construir um universo povoado por ideais e utopias, propositadamente artificial, assim constituído através de posturas exacerbadas e uma produção elaborada. O fotógrafo capta modelos vestidas com esmero, portando trajes, acessórios, maquiagem ou outros detalhes que no conjunto possam se tornar sedutores, e principalmente comerciáveis.

As fotos produzidas são normalmente veiculadas na TV, em publicidade exibida nas páginas das revistas, nos outdoors ou em campanhas específicas. O conceito principal é que os objetos de consumo e as atitudes apresentadas na pele de profissionais que são venerados no mercado da moda serão profundamente desejados e conquistados por aqueles que se encontram sintonizados com este universo. Há nesta concepção um apelo psicológico que se insinua no inconsciente de homens e mulheres que sonham com o estilo de vida veiculado e vendido pelas engrenagens do consumismo.

O profissional Fotógrafo de Moda deve estar preparado para atuar tanto nos estúdios quanto nas paisagens externas. É necessário que ele tenha domínio sobre técnicas de luz interna e exterior, mas, sobretudo, precisa ter latente a vocação para coordenar as modelos. É fundamental que o fotógrafo saiba interagir com elas, tenha esse feeling no momento da produção, despertando nelas um grau adequado de sensualidade.

O fotógrafo de moda precisa, antes de tudo, traduzir em imagens as idéias que norteiam uma determinada campanha, adaptando cada peça escolhida aos diferentes veículos em que serão promovidas. Esta tarefa demanda do profissional um espírito sensível, desvelo estético e o poder de traçar planos de divulgação, fora o amplo conhecimento da tecnologia capaz de concretizar este trabalho.

Outras possibilidades têm se aberto diante do olhar antenado deste profissional, que deve sempre estar atualizado com as novidades do mercado. Nos últimos tempos, toques de realidade estão se transportando das ruas diretamente para as passarelas, levando a moda do cotidiano às esferas da alta costura. A intenção, porém, continua sendo a de inserir as coleções, produzidas por um número cada vez maior de estilistas, neste disputado mercado.
O papel do fotógrafo de moda é essencial nesta empreitada. Novos nomes despontam o tempo todo nesta área, enquanto o campo de trabalho não cessa de crescer, atraindo os profissionais muitas vezes por seu apelativo glamour.

Fontes
http://www.techimage.com.br/homemg/carreira.asp?car_id=9
http://www.chicorei.com.br/moda/?tag=fotografo-de-moda
http://www.personalstylist.com.br/Colunas/Marina%20Pontieri/fotografiademoda/fotografiademoda.htm