Médico urologista

Ensino Superior em Comunicação (Universidade Metodista de São Paulo, 2010)

Urologista é o médico especializado em cuidar do aparelho reprodutor masculino e do trato urinário masculino e feminino.

Rins, bexiga, ureteres, testículos, epidídimos, ducto deferente, vesículas seminais, próstata, adrenal, pênis e bolsa escrotal. A especialidade médica abrange tudo que estiver relacionado ao trato urinário, independente do sexo ou idade do paciente.

A Associação Urológica Americana (AUA) identificou sete subespecialidades pertencentes à área: Urologia Pediátrica, Oncologia Urológica (câncer), Transplante Renal, Infertilidade Masculina, Litíase (cálculos do trato urinário), Uroginecologia (incontinência urinária feminina) e Neurologia (distúrbios da micção, avaliação urodinâmica e disfunção erétil)

Todo Urologista deve possuir formação clínica e cirúrgica, pois existem doenças de tratamento clínico que são de sua responsabilidade, como infecção urinária, pielonefrites, orquites e epididimites. Além de tratar cálculos renais e doenças da próstata, é o profissional que cuida cirurgicamente de todos os tipos de câncer da via urinária.

Para ser Urologista, é obrigatório cursar o bacharelado em Medicina, oferecido por instituição de ensino superior devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). O curso tem duração média de 6 anos, em período integral. A matriz curricular é extensa, trazendo disciplinas de Bioquímica, Genética, Parasitologia, Biofísica Médica, Imunologia, Clínica Médica, Cirurgia, Urgência e Emergência, entre outras. Após a conclusão, é necessário frequentar programa de residência médica ou especialização em Urologia, ambos reconhecidos pelo MEC e também pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), com duração aproximada de 2 anos.

As disciplinas da especialização contemplam Urologia Clínica, Anatomia Urogenital, UroOncologia, Urodinâmica, Urologia Feminina, Uropediatria, Doenças Sexualmente Transmissíveis, Prática Cirúrgica Urológica, entre outras.

Para ser considerado legalmente como Médico Urologista, é obrigatório fazer o registro junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM) do Estado de atuação.

Durante o exercício de sua profissão, sua tarefa será atender pacientes, realizar diagnósticos, solicitar exames, interpretar resultados, prescrever medicamentos, participar de programas para prevenção de doenças, fazer cirurgias e desenvolver projetos de pesquisa.

Pode atuar em organizações públicas e privadas, hospitais, clínicas, laboratórios, instituições de pesquisa, convênios médicos, indústria de produtos farmacêuticos, abrir consultório próprio, ministrar aulas, etc.

A carreira Médica é bastante valorizada no Brasil e o mercado de trabalho é promissor, já que cuidar da saúde é uma necessidade vitalícia de todo ser humano.

Com o incentivo de campanhas de conscientização sobre o câncer de próstata, como a “Novembro Azul” criada em 2008, a procura pelos profissionais da área cresceu nos últimos anos e gradativamente a população vem adotando exames preventivos e check-ups urológicos como parte de sua rotina.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Medicina, Profissões