Telecinesia

A Telecinesia, Psicocinesia ou PK é um fenômeno extra-sensorial através do qual a mente de uma pessoa é capaz de agir sobre objetos materiais, deslocando-os sem a necessidade de tocá-los. Isto ocorreria porque tudo no Universo é constituído de energia, assim também o Homem é composto por elementos energéticos; desta forma é possibilitado ao ser humano atuar sobre tudo a sua volta.

A expressão Telecinese procede dos termos gregos Tele e Kinese, os quais têm o sentido de ‘mover á distância’. O poder mental tem a capacidade de provocar estados de levitação, o movimento dos objetos, a distorção de elementos metálicos, até mesmo a intervenção no desfecho de determinados acontecimentos.

Alguns estudiosos distinguem a psicocinesia, que está mais ligada ao âmbito da atuação sobre seres animados ou inanimados – por exemplo, a cura de um organismo -, da telecinesia, que diz respeito à movimentação de algo – como um vaso que se desloca. O importante, porém, é que nos dois casos a psique está agindo sobre a dimensão física.

Os que crêem nestes eventos os atribuem ao campo da Parapsicologia. Algumas pessoas estão convictas da existência destes fenômenos porque testemunharam a sua ocorrência; outros se revelam totalmente céticos. Não há, portanto, um consenso sobre este assunto, pois enquanto um grupo defende que este tema foi comprovado cientificamente, o outro simplesmente ignora qualquer evidência conquistada pela Ciência.

Ao longo da História vários casos de telecinesia foram documentados, englobando levitações, curas inexplicadas, o aparecimento de luzes estranhas, e tantos outros poderes anteriormente conferidos àqueles que eram considerados santos ou feiticeiros. Também na doutrina espírita, datada do século XIX, são relatados eventos de materialização e desmaterialização, bem como a ocorrência de sons, pancadas e batidas em recantos de determinadas residências.

No século XX, especialmente nos anos 30, houve um desenvolvimento acelerado das pesquisas nesta área, mais concentradas no território norte-americano e na Rússia. Nos EUA o conhecido estudioso Joseph Banks Rhine, professor da Duke University, situada na Carolina do Norte, foi o grande pioneiro nas experiências científicas com a Telecinesia. Seus estudos determinaram o início de novos tempos no esforço pela comprovação destes fenômenos em ambiente mais adequado às experimentações acadêmicas.

A parapsicologia se desdobrou na verificação de fenômenos em dois âmbitos, o dos macro-PK ou fatos passíveis de serem observados a olho nu, e o dos micro-Pk ou eventos mais leves, não verificáveis aos olhos humanos. Os primeiros sofreram uma série de interferências nos procedimentos científicos, sendo assim refutados; os estudos dos segundos foram conduzidos com maior cuidado e responsabilidade, obtendo-se mais êxito nesta esfera.

Os estudos atuais estão mais focados nos campos da meditação e dos estados alterados da consciência. Apesar de todos os avanços, porém, a Parapsicologia não logrou ainda explicar as interações entre a capacidade psíquica paranormal e os demais poderes mentais. Outro grande obstáculo a transpor é a inexistência de um corpo teórico que realmente comprove os eventos considerados paranormais.

Fontes
http://pt.wikipedia.org/wiki/Telecinésia
http://www.geocities.com/paraciencia/psicocinesia.html

Arquivado em: Psicologia