Transtorno Obsessivo Compulsivo

O Transtorno Obsessivo Compulsivo é um transtorno mental dentre os chamados transtornos de ansiedade. A sua manifestação acontece através de alterações no comportamento, nos pensamentos e nas emoções, de modo que a pessoa acaba desenvolvendo rituais, compulsões, repetições de algum ato, evitações extremas, obsessões, dúvidas ou preocupações excessivas, medo descontrolado, desconforto insuportável, aflição, culpa e até depressão.

Uma das características mais recorrentes são as obsessões, pensamentos ou impulsos que tomam a mente deixando na pessoa uma sensação de ansiedade ou desconforto. Outra ainda muito comum são as compulsões ou rituais, que são comportamentos voluntários e repetitivos que servem como uma fuga ou alívio para a sensação de aflição que é causada pelas obsessões.

Há alguns TOCs que são muito comuns, como a obsessão por limpeza que causa a compulsão por lavar mãos ou objetos, ou as dúvidas obsessivas que causam as verificações compulsivas. A pessoa nestes estados sempre acha que algo não está tão limpo como deveria ou que esqueceu algo em casa, e o comportamento é limpar várias vezes o mesmo local, ou conferir várias vezes a bolsa para ver se não esqueceu nada. Estes são exemplos, mas os TOCs podem acontecer de diversas outras formas.

Para entender melhor, podemos conceituar OBSESSÃO como um impulso que invade a mente de uma forma compulsiva, persistente. Imagens, palavras, frases, números, músicas, etc, são sentidas como impróprias causando reações de medo, angústia, culpa ou desconforto. Mesmo que a pessoa queira, geralmente ela não consegue parar de pensar nestas coisas mesmo que sejam absurdos ou coisas impossíveis de acontecer. A pessoa chega aos rituais e às compulsões em uma tentativa de afastar estes pensamentos obsessivos.

Obsessões comuns em TOCs:

  • Aversão à sujeira, imaginando que em tudo há germes ou contaminações.
  • Preocupação com a simetria, exatidão das medidas, ordem ou sequência das coisas e alinhamento dos objetos.
  • Impulsos de agredir as pessoas através de insultos ou ferimentos físicos.
  • Pensamentos ou impulsos relacionados ao sexo, comportamento sexual violento e outros disturbios na sexualidade.
  • Compulsão por guardar dinheiro, poupar as coisas, economizar, etc.
  • Superstição, preocupação com números, cores, datas, horários, pensando que eles podem interferir em desgraças ou má sorte.

Estas e outras compulsões são responsáveis pelo comportamento compulsito e pelos rituais que a pessoa passa a realizar. Vejamos alguns exemplos:

  • Compulsão por lavar e limpar tudo.
  • Verificação excessiva de tudo que faz, voltando a fazer várias vezes só para conferir.
  • Contar tudo que se passa ao seu redor como prédios, quarteirões, carros no estacionamento, etc.
  • Mania por ordem, que leva a pessoa a organizar tudo sem suportar ver nada “fora do padrão”.
  • Repetir palavras especiais ou frases.
  • Fazer listas.
  • Marcar Datas.

Os tratamentos de TOC são feitos a base de alguns medicamentos também utilizados em casos de depressão, dentre outras técnicas de terapia psiquiátrica, acompanhamento com psicólogos, etc.

Arquivado em: Psicologia