Ácido Fluorantimônico

Por Mayara Cardoso
Define-se como superácido todo composto de acidez até 100% maior que a do ácido sulfúrico. O mais forte de todos os superácidos já conhecidos pela Química Moderna é o ácido fluorantimônico (de acidez 1016 vezes maior do que o ácido sulfúrico puro), representado pela fórmula HSbF6, encontrado normalmente na forma de xarope incolor, solúvel em água (decomposição rápida e explosiva), reage com a maior parte dos solventes orgânicos, altamente corrosivo e não-inflamável.

O ácido fluorantimônico é obtido a partir da reação exotérmica de fluoreto de hidrogênio e antimônio pentafluoretado. Nessa reação, o fluoreto de hidrogênio desprende o cátion H+ e a base conjugada F-, que posteriormente se adere a uma molécula de HSb5, formando o composto octaédrico HSbF6.

Devido ao alto poder de corrosão do ácido fluorantimônico, os recipientes utilizados para seu armazenamento devem ter provenientes do Politetrafluoretileno (PTFE), um polímero muito semelhante ao polietileno, em que os átomos de hidrogênio dão lugar aos átomos de flúor. Isso se deve à propriedade do PTFE de ser inerte, ou seja, não reage com outras substâncias químicas, pelo fato de ter o flúor na cadeia carbônica, e também pelo fato do seu coeficiente de atrito ser muito baixo.

Em termos de superacidez, o ácido fluorantimônico pode ser comparado ao ácido mágico (mistura de ácido fluorossulfônico e pentafluoreto de antimônio), ao carborano superácido (composto de átomos de carbono, hidrogênio e boro), ao ácido fluorossulfúrico (formado pela reação de enxofre com ácido fluorídrico) e ao ácido trifluormetanosulfônico (muito usado com catalisador de reações orgânicas).

De um modo geral, os superácidos, inclusive o ácido fluorantimônico, são usados como catalisadores de reações orgânicas, especialmente pela indústria petrolífera, na gaseificação do carvão mineral e em reações com petróleo cru, quebrando as moléculas e produzindo plásticos fortes e octanos gasosos sem chumbo. Os superácidos são praticamente os únicos reagentes que podem ser utilizados com o petróleo.

Referências:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ácido_fluorantimônico
http://www.handmades.com.br/forum/index.php?topic=1436.0
http://quimicanova.sbq.org.br/qn/qnol/1996/vol19n2/v19_n2_08.pdf