Caracterização Experimental das Reações Inorgânicas

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

As reações estudadas na Química Inorgânica podem ser classificadas em quatro grupos, a saber: reações de síntese, análise, deslocamento  e dupla-troca. Qualquer reação inorgânica poderá ser caracterizada quanto pertencente a um destes grupos distintos.

O presente texto traz uma experimentação para cada uma dessas reações, a qual poderá ser executada em laboratório de química de sofisticação mediana. Tal experimento possui por objetivos prncipais identificar e equacionar as principais reações da Química Inorgânica e abordar questões gerais sobre o tema. Para tanto, serão necessários os seguintes reagentes: limalha de ferro, enxofre, carbonato de cálcio, sulfato de cobre, zinco metálico, hidróxido de sódio e sulfato de alumínio.

 (1) Reação de Síntese: existe uma maior complexidade entre reagentes em relação aos produtos.

  • Pesar 1g de limalha de ferro e 1g de enxofre.
  • Com auxílio de um imã, testar ferromagnetismo do ferro, mesmo quando misturado ao enxofre.
  • Misturar novamente as substâncias e aquecer a mistura em um cadinho de porcelana.
  • Testar ferromagnetismo da nova substância formada.

EQUAÇÃO: Fe  +  S  → FeS

LEITURA: Um mol de ferro metálico reage com enxofre sólido, sob aquecimento, produzindo um mol de sulfeto ferroso.

 (2) Reação de Análise: existe uma maior complexidade dos produtos em relação aos reagentes.

  • Em um tubo de ensaio, adicionar 1g de carbonato de cálcio.
  • Levar o tubo de ensaio ao aquecimento, observando formação de nova substância e desprendimento de gás.

EQUAÇÃO: CaCO3  →  CaO  +  CO2

LEITURA: Um mol de carbonato de cálcio, sob aquecimento, decompõe-se em óxido de cálcio e gás carbônico.

(3) Reação de Deslocamento: ocorre a substituição entre um ânion por outro ou entre um cátion por outro entre os reagentes.

  • Em um copo de béquer de 100mL, preparar uma solução grosseira de sulfato de cobre.
  • Introduzir à solução uma placa de zinco.
  • Em alguns minutos, observar surgimento de um depósito avermelhado de cobre sobre a lâmina de zinco.

EQUAÇÃO: CuSO4  +  Zn  →  ZnSO4  +  Cu

LEITURA: Um mol de sulfato de cobre reage com zinco metálico, formando sulfato de zinco e cobre metálico.

(4) Reação de Dupla-troca: o cátion do primeiro reagente liga-se ao ânion do segundo, e o cátion do segundo liga-se ao ânion do primeiro.

  • Em um tubo de ensaio, adicionar 2mL de solução aquosa de hidróxido de sódio.
  • Repetir a operação, em outro tubo, adicionando solução de sulfato de alumínio.
  • Em um dos tubos, misturar as duas soluções e observar floculação de hidróxido de alumínio.

EQUAÇÃO: 6NaOH  +  Al2(SO4)3  →  2Al(OH)3  +  3Na2SO4

LEITURA: Seis mols de hidróxido de sódio reagem com um mol de sulfato de alumínio, produzindo dois mols de hidróxido de alumínio e três mols de sulfato de sódio.

Referências:
PERUZZO, Francisco Miragaia (Tito); CANTO, Eduardo Leite; Química na Abordagem do Cotidiano, Ed. Moderna, vol.1, São Paulo/SP- 1998.