Distinção Experimental entre a Natureza Química e Física de um Fenômeno

Por André Luis Silva da Silva
Experimentalmente pode-se identificar um fenômeno de natureza química a partir de alguns fatores, como a precipitação, a mudança de coloração e o desprendimento gasoso. Já um fenômeno de natureza física é marcado por sua reversibilidade.

Fenômenos físicos são caracterizados pela conservação da composição da matéria e reversibilidade do processo. Uma vez que não há alteração da matéria, esta pode ser revertida em seus componentes individuais. Logo, pode-se recuperar os reagentes do processo.

PROCEDIMENTO LABORATORIAL:

1. Solução sólido × líquido

  • Em 20mL de água, solubilizar 5g de sacarose (açúcar comum), em um copo de béquer de 50mL. Anotar as massas do copo de béquer vazio, apenas com água e com a solução.
  • Aquecer o sistema até evaporação completa da água.
  • Pesar novamente o sistema e anotar observações.

2. Solução líquido × líquido

  • Em uma proveta, adicionar 10mL de gasolina.
  • Em uma segunda proveta, adicionar o mesmo volume de água.
  • Misturar os líquidos em um funil de bromo e agitar.
  • Decantar a mistura, nas mesmas provetas, separando líquidos e observando extração do álcool pela água.

3. Mistura heterogênea

  • Adicionar a 20mL de água 1g de enxofre em um copo de béquer de 50mL. Agitar o sistema.
  • Através de uma filtração simples, separar os componentes da mistura. Com auxílio de uma pinça, pesar o papel filtro.
  • Após filtração, pesar novamente o papel filtro, observando a massa de água retida no mesmo.
  • Evaporar a água residual do papel filtro sobre uma tela de amianto.
  • Pesar novamente o sistema.

Fenômenos químicos (reações químicas); são caracterizados pela transformação da matéria e irreversibilidade. Uma vez ocorrida a reação, tem-se um sistema distinto do inicial, o qual não poderá ser “recuperado” por nenhum processo físico. Logo, não é possível recuperar-se or reagentes envolvidos no processo.

1. Reação entre nitrato de chumbo e iodeto de potássio

  • Colocar 1mL de solução de nitrato de chumbo em um tubo de ensaio.
  • Adicionar a este 1mL de solução de iodeto de potássio. Agitar o sistema e observar.
  • Separar o precipitado.

2. Reação entre ácido clorídrico e nitrato de prata

  • Em um tubo de ensaio colocar 1mL de ácido clorídrico diluído.
  • Acrescentar ao mesmo 1mL de nitrato de prata. Observar as transformações.
  • Expor o precipitado à luz e observar eventuais transformações.
  • Separar o precipitado.

3. Reação entre cloreto de amônio e hidróxido de sódio

  • Em um tubo de ensaio colocar 1mL de cloreto de amônio.
  • Acrescentar ao mesmo 1mL de hidróxido de sódio em solução.
  • Observar as transformações (desprendimento de amônia).

Referências:
RUSSELL, John B.; Química Geral vol.1, São Paulo: Pearson Education do Brasil, Makron Books, 1994.