Fração Molar

Curta e Compartilhe!

Por Júlio César Lima Lira
A fração molar é um número adimensional (sem unidade de grandeza) que relaciona a parte de uma mistura com o total. É frequentemente utilizada para indicar a porcentagem molar de uma substância imersa em um solvente – número de mol do soluto dividido pelo número de mol da solução (soluto + solvente); assim como em balanços de massa.

Vale lembrar que a soma das frações molares de todos os componentes de uma mistura deve ser sempre igual a 1.

Exemplo: Uma solução de NaCl foi preparada a partir de 250mL de água pura destilada e 12g do soluto. Calcular a fração molar do sal na solução.

Primeiramente, deve-se calcular o número de mol do NaCl dividindo-se a massa adicionada à solução pela massa molar:

n_{NaCl} = \frac{12}{58,45} = 0,205 mol

Em seguida, calcula-se o número de mol de H2O contidos em 250mL (250g):

n_{H_2 O} = \frac{250}{18} = 13,89 mol

Assim, a fração molar do soluto é:

X_s^{NaCl} = \frac{0,205}{0,205 + 13,89} = 0,0145 = 1,45%

 

Molaridade

A molaridade representa a concentração de alguma substância (em mols) numa solução, considerando apenas o volume do solvente. Assim, é um número dimensional (mol/l) e não deve ser confundido com a fração molar (relação mol/mol), apesar da semelhança de nomenclatura.

Exemplo: Calcular a concentração de íons H+ de uma solução de pH igual a 8:

Sendo pH = -log[H+], onde [H+] é a concentração de íons H+:

8 = -log[H+], utilizando-se das propriedades dos logaritmos:

[H+] = 10-8 M

Assim, cada litro de solução possui 10-8 mols de H+.

Arquivado em: Química