Hidróxido de Cálcio

Por Mayara Lopes Cardoso
Também conhecido com cal apagada, cal hidratada ou ainda, cal extinta, o hidróxido de cálcio é uma base inorgânica de fórmula química Ca(OH)2, formada pela junção do cátion Ca2+ e dois ânions OH- (hidróxido). Em condições ambientes, se apresenta no estado sólido, de cor branca, pouco solúvel em água, com pH de 12,8, densidade de 2,2 g/cm³ e ponto de fusão de 580°C.

O hidróxido de cálcio pode ser obtido pela reação da água com o óxido de cálcio (CaO, mais conhecido como cal viva ou cal virgem), reação exotérmica em que há liberação de 63,7 KJ/mol. Pode reagir com dióxido de carbono (CO2) produzindo carbonato de cálcio (CaCO3). É decomposto por aquecimento dando origem ao óxido correspondente.

Pelo fato de ser uma base forte e devido às suas diversas propriedades químicas e físicas, as utilizações do hidróxido de cálcio são bastantes diversificadas. Essa substância pode ser aplicada em processos como:

  • caiação, que consiste na pintura à base de cal;
  • preparação da argamassa, tintas, cimento, asfalto e gesso;
  • produção de cremes alisantes para cabelos, petróleo sólido, aditivos, estabilizantes, óleos, ebonite (um tipo de plástico), freios, pesticidas, vidros, conservantes;
  • refino do açúcar;
  • tratamento de peles e couro;
  • correção da acidez de solos;
  • produção de metais, atuando como supressor de ácidos;
  • componente de preparados dentários;
  • fabricação de suplementos de cálcio;
  • tratamento da água, como agente floculador;
  • processamento da água aplicada à produção de refrigerantes e bebidas alcoólicas;
  • adicionado à água de aquários, é capaz de aumentar a alcalinidade da água, além de servir como fonte de cálcio a seres que necessitam desse elemento, como é o caso de algas e caracóis.

Em solução aquosa, o hidróxido de cálcio forma a água de cal, substância muito utilizada pela indústria farmacêutica na produção de adstringentes e cicatrizantes de queimaduras e ulcerações. Já a suspensão do hidróxido de cálcio recebe o nome de leite de cal.

O hidróxido de cálcio pode provocar alguns efeitos adversos à saúde humana: em contato com os olhos pode causar irritação, vermelhidão e dor e, em casos mais graves, perda parcial ou total da visão; se inalado, pode ocorrer irritação da mucosa respiratória, inflamação do trato respiratório e ulcerações dos septos nasais; se ingerido, provoca queimaduras na boca e na garganta, além de atingir o esôfago; o contato dérmico dá origem a queimaduras sérias.

Referências:
http://www.forp.usp.br/restauradora/calcio/quimica.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hidróxido_de_cálcio