Ligas metálicas não ferrosas

Graduação em Química (Centro Universitário Franciscano, UNIFRA, 2014)

Peça de encanamento feita de bronze. Foto: psgxxx / Shitterstock.com

Peça de encanamento feita de bronze. Foto: psgxxx / Shitterstock.com

As ligas metálicas são muito utilizadas em diversos setores e são divididas em ferrosas e não ferrosas. Neste artigo iremos abordar as ligas metálicas não ferrosas que são aquelas que não possuem o elemento químico ferro em sua composição, ou apresentam, porém em pequena quantidade. O bronze por exemplo, é um exemplo deste tipo de liga, pois é obtido a partir da mistura de Cobre (Cu) e Estanho (Sn). Outro exemplo é o latão que é obtido da junção do Cobre com o Zinco (Zn) e é utilizado desde a pré-história.

Este tipo de liga é caracterizado por uma baixa densidade, e alta condutividade térmica e elétrica além de uma maior resistência à corrosão do que as ligas metálicas ferrosas. As ligas mais utilizadas na indústria são as que possuem Alumínio em sua composição. Veja abaixo as principais ligas e suas aplicações:

  • Liga de bronze: é uma liga forte, resistente à corrosão e de fácil fundição. Muito utilizada por escultores. Além disso, é utilizada em instrumentos musicais devido a sua capacidade de geração de ondas específicas.
  • Liga de latão: existem no mínimo 10 tipos de ligas de latão que diferem devido a porcentagem dos metais que a compõe e suas aplicações compreendem diversos segmentos como por exemplo a fabricação de armas, cartuchos, radiadores, parafusos, moedas, entre outros.
  • Liga de alumínio: é muito utilizada na construção civil e na arquitetura, em embalagens, em utensílios de cozinha, em condutores elétricos, dentre outras diversas aplicações.

Referência:
http://disciplinas.stoa.usp.br/pluginfile.php/305685/mod_resource/content/1/Aula_12_Ligas%20de%20Alum%C3%ADnio%20Lauralice.pdf

Arquivado em: Química