Propriedades Físicas dos Hidrocarbonetos de Cadeia Aberta: Alcanos

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

Os hidrocarbonetos, denominação que se estabelece para compostos que apresentam em sua estrutura apenas átomos de carbono e hidrogênio, “são todos os compostos químicos formados apenas por Carbonos e Hidrogênio. A partir dele é possível produzir uma grande variedade de produtos que utilizamos no dia-a-dia, como: Velas (parafina) Plásticos Borracha- Combustíveis (gasolina, diesel, etc) e muitos outros. As fontes de hidrocarbonetos são os chamados combustíveis fósseis, aqueles que levaram milhões de anos para se formar, como o petróleo, gás natural, carvão, etc. Os hidrocarbonetos podem ser oxidados com uma grande facilidade, liberando muita energia e calor, por isso são utilizados como combustíveis”1. Esses compostos podem apresentar-se em cadeias carbônicas abertas e fechadas. Quando acíclicas, podemos ter os alcanos, alcenos e alcinos.

Os Alcanos são compostos que apresentam apenas ligações simples entre os átomos de carbono da molécula.

Com relação ao estado físico dos alcanos normais, pode-se dizer que os quatro primeiros itens da série são gases em temperatura ambiente. Os de cinco átomos de carbono até os de 16 átomos de carbono são líquidos. E dos de 17 átomos de carbono em diante são todos sólidos, conforme o quadro abaixo:

C1 a C4.............gases

C5 a C16...........líquidos

C17 a Cn............sólidos

Com relação ao ponto de fusão do composto, pode-se dizer que este aumenta na medida em que aumenta o tamanho da cadeia. Quanto ao ponto de ebulição, pode-se dizer que este também é diretamente proporcional ao tamanho da cadeia carbônica.

É importante observar que a cadeia ramificada apresenta influência nas propriedades físicas dos alcanos. Assim, nos alcanos isômeros (de mesma fórmula molecular e, assim, mesmo número de átomos de carbono), aqueles de cadeia normal apresentam maior temperatura de ebulição do que os de cadeia ramificada, quando se considera o mesmo número de átomos de carbono (ex. pentano PE =36°C, 2-metil-butano PE =28°C).

Com relação à solubilidade, importante propriedade física, os alcanos são substâncias praticamente apolares, ou seja, apresentam alta simetria, daí serem quase sempre insolúveis em água e também em outros solventes fortemente polares. Entretanto, eles são solúveis em solventes de natureza apolar, como o tetracloreto de carbono (CCl4), ou o sulfeto de carbono, CS2).

Com relação à densidade, pode-se dizer que todos os alcanos são menos densos do que a água, ou seja, possuem densidade menor do que 1g/ml.

Quanto à cor, os alcanos são todos incolores e, quanto ao cheiro e sabor, os alcanos gasosos e sólidos são inodoros e insípidos, já os líquidos apresentam cheiro característico (gasolina e querosene, por exemplo).

Referências:

1. http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=13379

SARDELLA, Antônio; MATEUS, Edegar; Curso de Química: química geral, Ed. Ática, São Paulo/SP – 1995.

PERUZZO, Francisco Miragaia (Tito); CANTO, Eduardo Leite; Química na Abordagem do Cotidiano, Ed. Moderna, vol.1, São Paulo/SP- 1998.

Arquivado em: Química