Tratamento de cascas de frutos comuns para adsorção de chumbo aquoso em amostras contaminadas

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

O texto a seguir resume um Projeto de Pesquisa desenvolvido no primeiro semestre de 2013 por professor e alunos do Curso Técnico em Química do Instituto Estadual de Educação Prof. Annes Dias, Cruz Alta/RS. O mesmo contou com a participação de demais alunos e professores do referido curso, e será apresentado no evento Mostra de Educação Profissional (MEP), a ser realizado no segundo semestre de 2013 no município de Santa Maria/RS.

As cascas de frutos são produtos orgânicos desperdiçados em enormes quantidades todos os dias pelas indústrias do ramo alimentício e também por escolas e restaurantes. Muitas vezes as empresas não tem um destino correto para dar a esse material, assim, descartam o produto em locais inapropriados, causando um impacto negativo para a natureza. Outro problema identificado foi referente à contaminação da água utilizada pelas indústrias, principalmente as indústrias do ramo químico. Essa água é geralmente contaminada por metais pesados, como o chumbo, cobre, manganês, e até urânio, assim, essa água acaba tornando-se nociva para meio ambiente e para o ser humano. Para a realização dos objetivos propostos neste projeto, fizeram-se análises para identificar o teor de adsorção do chumbo em sistemas de filtração que tiveram como meio filtrante as cascas tratadas dos frutos laranja, banana e abacate. Para a análise quantitativa foi montada uma curva de calibração para uma solução de íon chumbo (Pb2+) a partir do sal iodeto de chumbo (PbI2), nas concentrações 0,001M, 0,002M, 0,003M, 0,004M e 0,005M. Após análises em espectrofotômetro observou-se que a amostra obtida após filtração da solução de chumbo através do filtro preenchido por casca de banana pulverizada demonstrou redução de 91% da concentração de chumbo inicial da amostra, tendo este sido o sistema de melhor resultado quantitativo.

Uma vez mais em referência aos objetivos inicialmente propostos, pôde-se concluir que este projeto traz relevante êxito, pois propõe um meio de descontaminação da água contaminada por íon chumbo através de um processo de baixo custo e boa aplicabilidade instrumental, o qual trata-se de um sistema de filtração que utiliza as cascas de bananas previamente pulverizadas como meio de filtração. Experimentalmente houve bons indícios de alta adsorção de íon chumbo pelo material filtrante, em torno de 90%, resultado este encorajador de novas propostas que visem a o descarte correto deste produto como possibilidade de continuidade para o presente projeto, uma vez que o íon metálico retirado da água por adsorção está agora presente no produto utilizado como meio filtrante. Entretanto, considera-se a relevância deste projeto em relação a descontaminação aquosa de metal pesado proposta em seu Objetivo Geral.

Referências:
Projeto Tratamento de cascas de frutos comuns para adsorção de chumbo aquoso em amostras contaminadas, Prof. André  Luís Silva da Silva, Alunjos: Jaíne Dal Forno, Patrícia Basso, Talita Bernardy, 2013.

Arquivado em: Química