Resumo

Por Roberta de Sousa
O resumo pode ser considerado como uma leitura inteligente do texto que se pretende entender ou explorar resumidamente. A leitura inicial é uma forma de reconhecimento do texto, o leitor vai sentir as primeiras impressões do texto. Para uma boa leitura é preciso que se leia de forma atenta e deixe de lado seus preconceitos, usando a sua parte perceptiva e identificando-se com o corpo do texto. O que podemos chamar de diálogo com o texto.

Após a primeira leitura e impressões, que é um tipo de análise do todo, passa-se a segunda leitura que divide o texto em parágrafos. Leia todo o texto sem deixar páginas ou parágrafos. Agora o leitor observará e retirará as idéias centrais dos parágrafos, cuidado ao analisar os parágrafos, pegue somente as idéias centrais e deixe as secundárias em segundo plano. A cada parágrafo deve-se fazer anotações sobre as idéias principais e importantes, não polua suas anotações com opiniões de menos importância. A idéia principal é uma explicação inserida no parágrafo. Ao término da assinalação dos dados significativos, faça um confronto com uma nova leitura para observar suas anotações e o seu entendimento.

Leia suas anotações com atenção e expresse suas idéias mostrando o que entendeu do texto, em verdade integrando as idéias contidas no texto. Observação: não é uma cópia.

Evite algumas expressões do tipo:

  • “O autor descreve...”;
  • “Neste artigo, o autor descreve que...”;
  • “No texto o autor fala...”;
  • “Todos sabem...”;
  • “De acordo com alguns autores...”;
  • Gírias, frases muito longas (são passíveis de erros), “achismos”.

O resumo deve conter:

  • Título – o original do autor da obra original, quando só se usa um texto. Para dois ou mais textos pode-se criar um título.
  • Corpo do texto – é o desenvolvimento.
  • Elaborar a referência – você partiu de um texto, logo será sua referência. Consultar as normas da ABNT.