A Harpa Cristã

A Harpa Cristã é um hinário das Assembleias de Deus no Brasil cantado e com índice por assunto, foi publicado pela primeira vez em Recife no ano de 1922 e trazia hinos para o contexto evangélico: hinos para culto público, Santa Ceia, batismo, casamento, apresentação de crianças, até mesmo funeral, entre outros. A primeira edição teve a tiragem de mil exemplares.

Com o passar do tempo novos hinos foram incorporados à publicação, na segunda edição em 1923 ela apresentava 300 hinos e foi publicada no Rio de Janeiro, e em 1932 foi relançada com 400 hinos.

O site oficial da publicação relata que “Antigamente, a Assembléia de Deus utilizava o hinário com Salmos e Hinos, que também era usado por outras igrejas evangélicas históricas, e em 1921, os pioneiros decidiram criar um hinário destacando também as doutrinas pentecostais da denominação. Foi criado, então, o Cantor Pentecostal, sob a orientação editorial de Almeida Sobrinho, com 44 hinos e dez corinhos, impressos pela tipografia Guajarina”.
Por tratar-se de um conteúdo relativo a fé e constantemente utilizado nas celebrações cristãs,  a Harpa Cristã continuou agregando novas composições e com isso, a primeira Harpa Cristã com letra e música começou a ser elaborada em 1937 e anos depois foram acrescentados outros hinos chegando a ter 524 composições no hinário oficial que, em 1981 já apresentava todos os hinos revisados.

Um pouco antes de concluir esta revisão, em 1979 foi nomeada uma comissão para cuidar da revisão geral dos hinos, nomeação que ocorreu por meio da CPAD (Conselho Administrativo da Casa Publicadora das Assembléias de Deus).

O livro “A história dos hinos que amamos”, escrito pelo pastor e jornalista Silas Daniel, recém-lançado pela CPAD traz informações sobre as composições e personalidades ligadas a elas. Segundo o autor “Algumas das muitas histórias que me tocaram há anos, e que pus no livro, são as dos hinos ´Sou Feliz`, que nasceu como resposta de Deus para consolar o coração de um pai depois de uma tragédia que ceifou a vida de suas três filhas pequenas; ´Deus velará por ti`, que surgiu como fruto de uma experiência de cuidado de Deus para com uma família de um pastor batista que era pregador itinerante; ´Castelo Forte`, que nasceu durante os preparativos para a tensa Dieta de Worms, para a qual Lutero foi sem ter muita esperança de voltar de lá vivo, mas Deus, como sabemos, o preservou; ´Firme nas promessas`, que nasceu de uma experiência de cura divina; e ´Ele me abriu a porta`, que foi escrito por um pastor que perdeu tudo, mas foi restaurado pela graça de Deus. Na verdade, são tantas histórias lindas! Só citei estas como exemplo. São 350 páginas e 59 capítulos que, com certeza, vão edificar a sua vida”.

Após 90 anos hinos que fazem parte da Harpa Cristã são conhecidos até mesmo entre os não assembleianos e alguns deles já foram gravados por conhecidos do segmento gospel, entre eles o cantor Fernandinho que gravou parte do hino nº 291 “A mensagem da cruz”:

Sim, eu amo a mensagem da cruz
Té morrer eu a vou proclamar;
Levarei eu também minha cruz
Té por uma coroa trocar.

Bibliografia:
http://www.harpacrista.org
http://www.harpacrista.com.br

Arquivado em: Religião