Sikhismo

A palavra Sikhismo deriva do termo em sânscrito "sisya", que significa discípulo. O Sikhismo é uma religião fundada por Baba Nanak, que tinha por objetivo criar uma religião que fosse a fusão entre o islamismo e o hinduísmo. O livro sagrado dos seguidores do Sikhismo, chamados sikhs, é o Adi Granth. Uma das ideias pregadas pelo Sikhismo indica que existe um karma, uma influência, na vida atual, de ações cometidas nas vidas anteriores. Além disso, os sikhs são defensores da tolerância e da igualdade e acreditam que somente através de nossos próprios esforços somos capazes de nos libertar.

Desta forma, o Sikhismo indica que os seres humanos estão separados de Deus por serem egocêntricos. Na religião sikh, haumai é a palavra que denomina o egocentrismo humano e samsara significa o ciclo de renascimentos em que os seres humanos ficam presos por serem individualistas. A libertação é a união com Deus, que se revela aos homens por sua graça, que é denominada Nadar. De acordo com os ensinamentos do Guru Nanak, somente a recordação devotada do nome “nam simaram” e a repetição do nome “nam japam” em murmúrios permitem a libertação do haumai e a união com Deus.

Os três pilares do Sikhismo enfatizam o cumprimento de deveres fundamentais para a religião:

  1. Ter Deus presente na mente em todos os momentos (Nam Japam).
  2. Sustentar-se pela prática do trabalho honesto (Kirt Karni).
  3. Compartilhar o que se consegue no trabalho com os necessitados  (Vand Chhakna).

No Sikhismo existem diversos rituais. Um deles é o de nascimento, no qual o recém-nascido é levado a um gurdwara, local onde se abre o Guru Granth Sahib em uma página aleatória. Então o nome da criança é escolhido de acordo com a primeira letra da primeira palavra da página aberta do lado esquerdo.

Já no ritual de casamento, denominado Anand Karai, os noivos dão quatro voltas contornando o Guru Granth Sahib enquanto entoam hinos religiosos. Outro ritual é o funerário, onde há cremação após diversos hinos serem recitados. Geralmente as cinzas são jogadas em rios como o Ganges.

O número de praticantes do Sikhismo chega a 23 milhões. Deste número, estima-se que 19 milhões vivam na Índia, a maior parte no estado do Panjabi. Apesar da totalidade estar em território indiano, há comunidades sikhs no Reino Unido, Canadá e Estados Unidos. Além disso, existem pequenos grupos em Singapura e na Malásia.

Fontes:
REEBER, Michel. Religiões: mais de 400 termos, conceitos e ideias, Rio de Janeiro: Ediouro, 2002.
http://www.fumec.br/anexos/cursos/mestrado/dissertacoes/completa/valter_de_souza_pinho.pdf
http://pt.wikipedia.org/wiki/Sikhismo

Arquivado em: Religião