Economia do Rio Grande do Sul

O Rio Grande do Sul é considerado, atualmente, o quarto estado mais rico do país. Sua economia é equilibrada, com grande tradição na exportação. A economia gaucha é diversificada, tendo como base a agricultura, a pecuária e a indústria.

Os produtos agrícolas de destaque no Estado são a soja (grão, óleo e farelo), o trigo, o milho e o arroz. O Estado produz ainda: tabaco, erva-mate, mandioca, amendoim, uva (matéria prima do vinho gaucho), entre outros.

No setor pecuário, o maior destaque é a criação bovina, embora também sejam grandes os rebanhos de ovinos, eqüinos, suínos e aves no Estado. Os municípios que apresentam o maior rebanho são Santana do Livramento e Alegrete.

A indústria gaúcha é diversificada. O principal produto de exportação são os calçados. Outros produtos industriais de destaque são: couro, têxtil, alimentícia, automotiva, metalúrgica, química e madeireira. O pólo petroquímico, estabelecido na cidade de Triunfo, é considerado o mais moderno e competitivo da América Latina.

A posição estratégica do Rio Grande do Sul favorece suas relações com os países do Mercosul.

O PIB do estado é o quarto maior do Brasil, sendo que em 2007, teve um crescimento de 7%, enquanto o PIB per capita cresceu 5,9% no mesmo período. As condições oferecidas pelo estado, em termos de infra-estrutura, tais como estradas, telecomunicações e energia favorecem investimentos e o crescimento da economia.

Além das condições favoráveis em infra-estrutura e geografia, o estado do Rio Grande do Sul é conhecido por seu padrão cultural mais alto que a média nacional. O estado conta com um dos melhores índices de qualidade de vida do país.

Outro destaque importante relacionado à economia do país é a alta produtividade da mão-de-obra no estado. O investimento em formação profissional é grande, sobretudo por instituições privadas vinculadas ao setor industrial, como por exemplo, o Senai. Além disso, existem, no estado, mais de setenta instituições de ensino superior.

O Rio Grande do Sul tem a melhor qualidade de vida do país, sendo que os níveis no estado são parecidos com os níveis de qualidade de vida dos países desenvolvidos.