Cascas de ovo como meio de prevenção à osteoporose

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

Um dos problemas que aflige uma grande parcela da população mundial a partir de uma certa idade é a osteoporose, que significa “ossos porosos” e é um problema em que os ossos vão perdendo progressivamente a sua densidade, tornando-se cada vez mais finos, frágeis e quebradiços. Embora os ossos não encolham, tornam-se porosos e menos densos, portanto, mais propensos a fraturas. Normalmente, a osteoporose só provoca sintomas quando os ossos ficam quebradiços e fracos, fraturando-se ao mínimo traumatismo.

Foto: Givaga / Shutterstock.com

Foto: Givaga / Shutterstock.com

Muitas vezes, basta pouca pressão para fraturar os quadris, coxas e pulsos, locais mais comuns de fraturas causadas pela osteoporose em vista dessa região óssea estar naturalmente submetida a uma maior pressão. Só há sinal de alerta, entretanto, quando ocorre uma fratura, embora a diminuição de altura, lombalgias, postura inclinada e o aparecimento de corcunda sejam tal indicações.

Pesquisas demonstram que a osteoporose é a doença óssea metabólica mais frequente, sendo a fratura a sua manifestação clínica. É definida patologicamente como "diminuição absoluta da quantidade de osso e desestruturação da sua microarquitetura, levando a um estado de fragilidade em que podem ocorrer fraturas após mínimos traumas"1. É considerada um grave problema de saúde pública, sendo uma das mais importantes doenças associadas ao envelhecimento. Uma das medidas de prevenção consiste no fornecimento de cálcio aos ossos, nas quantidades que eles necessitam diariamente.

O cálcio é um mineral de extrema importância ao organismo humano, pois é o principal elemento da estrutura do esqueleto. A alimentação diária deve conter quantidades elevadas de cálcio, em média 1000-1500 mg diárias, segundo Mahan, L. Kathleen; Stump Sylvia Escott,  para as demandas fisiológicas a que o corpo é submetido. Uma alimentação deficiente de cálcio compromete a massa óssea, levando à osteoporose, diminuição da resistência óssea e um maior risco de fraturas.

O cálcio é um dos principais minerais que o corpo humano necessita para a formação da massa óssea e dos dentes. Porém, a desinformação sobre sua atuação na saúde humana gera problemas sociais, atingindo a saúde pública através de doenças “ósseas”, como a osteoporose e o raquitismo, principalmente durante a fase de desenvolvimento humano. E percebe-se que muitas vezes as recomendações médicas para combate ou prevenção não estão acessíveis às famílias de baixa renda. Uma alternativa prática e barata de suplementação deste mineral consiste na reutilização de cascas de ovos, devidamente assadas e trituradas, como ingrediente diário de dietas, a partir da manifestação dos primeiros sintomas da osteoporose ou mesmo como prevenção.

Referências:
1. Lavery Sheila; Sullivan Karen, Enciclopédia familiar da saúde, Ed. Nikki Bradford, pg 312-313, 2001.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Saúde