Fóruns Internacionais de Saúde Animal

Os fóruns internacionais de referência são organizações ou acordos internacionais que possuem personalidade politica, portanto tem deveres e obrigações. Sociedade entre estados, constituída por um tratado, onde tem a finalidade de buscar os interesses comuns através de uma permanente cooperação entre os membros. As linhas de atuação são: Aproximação de posições entre países membros (importante na tomada de decisões de prevenção e controle de doenças dos animais), adoção de normas comuns e comportamento dos países membros (importante que exista uma harmonização na conduta no comercio internacional), solução de crises originadas de conflitos nacionais e internacionais como guerra civil e catástrofes, pesquisa conjunta em áreas específicas (onde se busca conhecimento e informação cientifica para desenvolvimento de técnicas de diagnóstico e elaboração de vacinas sempre visando a prevenção e controle de doenças) e prestação de serviços e cooperação econômica.

São estes os fóruns internacionais:

  • ONU - Organização das Nações Unidas,
  • OIE - Organização Mundial de Saúde Animal,
  • FAO - Organização das Nações Unidas Para Agricultura e Alimentação,
  • OMS - Organização Mundial da Saúde,
  • OPAS - Organização Pan americana da Saúde,
  • PANAFTOSA - Centro Panamericano de Febre Aftosa,
  • CODEX ALIMENTARIUS e
  • OMC - Organização Mundial do Comércio.

A ONU é a sigla para Organização das Nações Unidas é uma organização internacional com o objetivo de facilitar a cooperação em termos de direito internacional, segurança internacional, desenvolvimento econômico, progresso social, direitos humanos e da paz mundial. A ONU foi fundada em 1945, logo após a Segunda Guerra Mundial, com o objetivo de deter as guerras entre os países e para facilitar diálogo entre os mesmos.

A OIE é uma organização intergovernamental responsável por melhorar a saúde animal em todo o mundo. Hoje chamada de Organização Mundial de Sanidade Animal. Originada em 1924. Consta com a participação de 178 países membros.

A FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) foi fundada em 1945 e tem o objetivo de elevar os níveis de nutrição e de vida, incrementar a produtividade agrícola e melhorar as condições da população rural. Atualmente tem 191 países membros além da Comunidade Européia.

A OMS sigla para Organização Mundial da Saúde, é uma agência especializada em saúde, fundada no ano de 1948 e é subordinada à Organização das Nações Unidas. A sede da OMS é em Genebra, na Suíça. A OMS foi criada com o objetivo de desenvolver ao máximo possível o nível de saúde de todos os povos, ou seja, melhorar o estado de completo bem-estar físico, mental e social dos cidadãos. É composta por 193 Estados-membros.

OPAS (Organização Panamericana da Saúde) foi fundada em 1902, sediada em Washington e tem como objetivo de melhorar a saúde e condições de vida dos povos das Américas. Atua como oficina Regional para as Américas da OMS.

PANAFTOSA (Centro Panamericano de Febre Aftosa) é num centro internacional de apoio técnico-cientifico para controle da febre aftosa. Centro especializado da OPAS/OMS onde funciona o programa de Saúde Pública Veterinária com atividades de: Vigilância e controle das zoonoses e inocuidade dos alimentos (PANALIMENTOS).
O CODEX ALIMENTARIUS é uma normatização de alimentos estabelecida pela ONU através da FAO e OMS, criado em 1963, com a finalidade de proteger a saúde dos consumidores e assegurar práticas eqüitativas no comércio regional e internacional de alimentos.

OMC (Organização Mundial do Comércio) tem a missão de regulamentar e fiscalizar o comercio mundial e buscar o livre-comércio. O atual presidente é um brasileiro Roberto Azevedo. Fundada em 1995 e sediada em Genebra. Supervisiona acordos sobre regras do comércio internacional, execução da politica comercial, negociação de acesso de novos participantes e solução de controvérsias entre os países membros.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Saúde