Santa Casa de Misericórdia de São Paulo

Com sua localização no bairro de Vila Buarque, Distrito da Consolação (SP capital), a Irmandade Santa Casa de Misericórdia de São Paulo presta serviços na área da saúde há aproximadamente quatro séculos. A entidade é uma dos centros hospitalares de referência não somente na capital, mas em todo o Estado de São Paulo, recebendo pessoas do interior e litoral. A instituição, filantrópica e privada, teve suas origens na Ordem das Santas Casas de Misericórdia de Portugal.

Esta Ordem foi fundada em terras lusitanas pela Igreja Católica no ano de 1498. O principal objetivo da criação das Casas de Misericórdia era praticar obras de caridade. Em 1539, período colonial, foi instalada a primeira destas entidades no Brasil. O local escolhido foi a Vila de Olinda que ficava na Capitania de Pernambuco.

Em São Paulo, não há uma data consensual para a fundação da Santa Casa, mas, segundo historiadores, ocorreu em meados de 1560. O desenvolvimentos da instituição está atrelado às necessidades trazidas pelo crescimento da cidade e a entidade já passou por diversos locais como a Chácara dos Ingleses, Largo da Misericórdia e Rua da Glória.

Entre as inúmeras atribuições da Santa Casa, funcionou como um centro para a formação de cirurgiões e médicos durante um largo período. Porém, a sede para formação de profissionais da área da saúde acabou sendo transferida para a Faculdade de Medicina da Universidade São Paulo. O responsável por esta mudança foi Arnaldo Vieira de Carvalho, fundador desta parte da USP. Então, a Santa Casa começou a funcionar como hospital-escola para a Faculdade de Medicina da USP e para a Escola Paulista de Medicina (EPM).

No ano de 1963 foram iniciadas as atividades da Faculdade de Ciência Médicas da Santa Casa de São Paulo. Isso ocorreu devido à construção de hospitais próprios nas universidades. Os profissionais da Santa Casa tinham a necessidade de ensino de medicina no local onde exerciam suas atividades. Assim, houve uma mobilização e foi criada uma faculdade de medicina.

O papel efetivo da Santa Casa na história da cidade pode ser exemplificado em momentos importantes. Durante a Revolução Constitucionalista, a instituição recebeu os soldados feridos e participou de forma ativa da “Campanha do Ouro para o Bem de São Paulo”, também chamada de "Ouro para a vitória". A entidade acolhia a população carente e prestava atendimento em todas as áreas médica na época.

Fontes:
MESGRAVIS, Laima. A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (1599?-1884). São Paulo: Conselho Estadual de Cultura, 1976.
http://www.santacasasp.org.br/portal/pub.aspx?p=67307073303554666E6A733D&s=1
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-87752010000200004&script=sci_arttext

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Saúde