Thay Yoga Massagem

A massagem Thai, ancestral método terapêutico tailandês, é ministrada como um meio de curar uma enfermidade específica ou com o objetivo de propiciar uma terapia corporal que permite ao paciente relaxar intensamente. Thai significa deixar o ‘vento’ girar em liberdade no interior do organismo humano.

Esta antiga prática medicinal remonta ao período da história indiana que testemunhou a existência de Buda, mais de 2500 anos atrás; ela foi disseminada por seu médico particular, o venerado Shivago Komaphaj, que também tratava da saúde do monarca indiano. A doutrina filosófica que fundamenta o Thai remete aos conceitos e ideais da era antiga de países como a China e a Índia.

Na Tailândia a quase totalidade de seus habitantes pratica o budismo. Assim, os centros das comunidades Thai são justamente os Wats ou monastérios budistas, os quais atuam como núcleos de cura das dimensões espirituais, afetivas e orgânicas. Contribuem para a eficiência desta massagem os constantes exercícios da meditação e da yoga pelos terapeutas.

A terapia Thai privilegia as pressões, compressões e alongamentos, etapas fundamentais da massagem; o profissional recorre incessantemente aos seus pés, joelhos, cotovelos e antebraços ao longo das sessões, as quais podem ser breves ou se prolongar por 2 horas. Durante a terapêutica a pessoa continua vestida, envolta em trajes apropriados para o total relaxamento; as tradicionais essências utilizadas nas mais diversas massagens não são necessárias nesta modalidade.

O massagista deve atingir uma condição psíquica centrada, desprovida de pensamentos ou devaneios, a qual ele alcança por meio de meditação profunda; é preciso que ele contagie o paciente com este estado equilibrado e sereno da mente. Os toques seguem o mesmo ritmo, são executados bem lentamente.

Para que se alcance a cura, é preciso estabilizar corpo, mente e espírito, equilibrando-os de forma a se tornarem saudáveis; esta harmonia é que conduz o ser à cura. A Thai Yoga se traduz em um manuseio corporal resultante de uma conexão entre o terapeuta e o paciente, através do alongamento passivo, de deslocamentos articulares e de suave pressão nos pontos localizados na trilha das linhas energéticas que percorrem o corpo.

Este manejo do organismo permite o reequilíbrio da esfera óssea, a ampliação da flexibilidade, o relaxamento articular e muscular, o incentivo dos órgãos interiores, a redução do estresse e da rigidez orgânica, psíquica e emocional. A cultura onde esta filosofia germinou acreditava que a doença era fruto de uma instabilidade no sistema corpo/mente/espírito e, quando isso ocorria, as pessoas buscavam auxílio nos recintos sagrados.

A Medicina Thai curava os pacientes através de uma alimentação nutritiva; do uso de ervas; de advertências ao espírito humano, por meio de elementos do budismo; e da Thai Yoga Massagem, a qual era mais direcionada para o tratamento da dimensão física.

Fontes:
http://www.moksha.com.br/thai.php
http://www.sensiart.com/Paginas/Massagem/Massagem_Thailandesa.htm

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.