Três dicas para usar os esportes a favor da sua saúde

Para ter uma vida saudável, todo mundo precisa de exercícios aeróbicos e também daqueles que fortalecem os músculos e os ossos. Esses exercícios têm impacto ao longo da vida. O corpo se desenvolve melhor e fica mais saudável. Veja algumas dicas simples abaixo:

Foto: iko / Shutterstock.com

Foto: iko / Shutterstock.com

O que fazer?

Pelo menos uma hora de atividade física diária deve ter intensidade moderada, como andar de bicicleta ou caminhar num parque, e intensidade mais intensa, como corrida ou um jogo de futebol.

O que dá força?

As atividades que vão resultar em maior força muscular, como flexões, e as que garantem resistência aos ossos, como a corrida, podem ser praticadas pelo menos três vezes por semana.

E a intensidade?

Na rotina, é possível executar atividades que exigem esforço moderado, como caminhar até a escola, andar de skate e de bicicleta em terrenos planos. Neste tipo de exercícios, você percebe que seu ritmo cardíaco aumenta, dá até para conversar, mas fica impossível cantar o último sucesso da sua banda favorita.

Nas atividades físicas intensas, como corrida, dança acelerada, aeróbica e basquete a respiração vai aumentar bastante. Você dificilmente vai conseguir pronunciar os primeiros versos de “Os Lusíadas” que o professor de Português ensinava na escola...

Para crianças e jovens, exercícios que fortalecem os músculos são aqueles em que eles têm que suspender o próprio peso ou que necessitam de resistência, como pendurar numa corda, cabo-de-guerra, ginástica ou abdominais.

Mais que resultados, esses exercícios devem privilegiar o bem-estar e o prazer para que continuem a ser praticados até a vida adulta.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Saúde