Gestação na Adolescência

A gestação na adolescência tem aumentado cada vez mais e por isso é foco de grande discussão. A preocupação que se cria é concernente aos riscos envolvidos nesse tipo de gestação.

Geralmente gestantes adolescentes apresentam problemas como à anemia, desnutrição, carências nutricionais, tabagismo, problemas emocionais e familiares, aliados a baixa escolaridade e inexperiência, agravando ainda mais os riscos durante a gestação, tanto para a mãe como para o bebe.

Outro fator importante que deve ser considerado é a imaturidade ginecológica, pois, a adolescente só possuirá tal maturidade após 5 anos a partir de sua menarca (1º menstruação), possuindo desta forma mais riscos para o bebê. A partir do momento que a jovem alcança a maturidade biológica ideal seu organismo está pronto para a gestação, como o crescimento ideal dos ossos, principalmente o pélvico, importante para o desenvolvimento do bebê e para o parto.

Quando a adolescente alcançar o período de maturidade haverão menos riscos em sua gestação, contudo, isso não quer dizer que não poderão ocorrer problemas, pois, a adolescência é uma fase de grandes transformações e mudanças.

O estado nutricional da gestante também é um fator de grande importância. É muito comum ocorrerem casos de desnutrição ou insuficiência de algum nutriente, normalmente este problema está associado ao baixo poder aquisitivo. Neste caso, pode-se seguir algumas orientações nutricionais que gerem maior consumo de alimentos com alto valor energético e baixo custo. Outra situação comum é a anorexia, normalmente associada a questões emocionais aliada ao medo no ganho de peso. Neste caso, são necessários cuidados especiais de uma equipe multidisciplinar, com o acompanhamento de médico, nutricionista e psicólogo.

Arquivado em: Corpo Humano, Sexualidade