Associação de Assistência à Criança Deficiente

A Associação de Assistência à Criança DeficienteAACD – é uma organização de natureza privada brasileira, sediada na cidade de São Paulo, que não visa lucros em seu esforço para zelar pela terapêutica, regeneração e por uma nova integração de crianças, jovens e adultos com deficiência física na sociedade.

Ela foi criada pelo médico Roberto da Costa Bonfim, especializado em ortopedia, no ano de 1950. Ao realizar um estágio na área de Ortopedia Infantil nos EUA, ele se encantou com os centros de reabilitação existentes neste país. O ortopedista voltou para o Brasil trazendo em sua bagagem o sonho de aí estabelecer uma organização com a mesma qualidade da que conhecera na América do Norte.

Assim, em 1950, unido a outros sonhadores, Bonfim fundou a AACD. Atualmente esta instituição está disseminada por vários pontos do país. Além da sede, há outros centros em Osasco, Recife, Porto Alegre, Uberlândia e Nova Iguaçu. A partir de 1962 ela passou a fabricar várias espécies de próteses, órteses e demais complementos.

Na AACD são tratadas pessoas portadoras de paralisia cerebral, lesão na medula, mielomeningoceles – má formação congênita na coluna vertebral da criança -, problemas vasculares, escolioses – desvios da coluna para a direita e para a esquerda -, acidente vascular cerebral, traumas cranianos e na região encefálica, consequências de um surto de poliomielite, e também aqueles que sofreram amputações dos membros inferiores e superiores.

Esta organização depende de doações e do trabalho voluntário para sobreviver. Em 17 de maio de 1998 foi criado o Teleton brasileiro, uma campanha televisiva que tem como meta captar fundos para socorrer e amparar pacientes que não podem pagar por uma assistência médica decente. Com a ajuda deste programa, a AACD já conseguiu criar mais cinco núcleos de reabilitação.

A entidade também conta com o Fundo Pró-Infância da AACD, baseado no Artigo 260 do Estatuto da Criança e do Adolescente – Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990 -, que tem o mesmo objetivo do Teleton, do qual se distingue por intensificar a velocidade do atendimento às pessoas necessitadas de sua contribuição.

Qualquer pessoa física ou jurídica pode igualmente ser um doador, auxiliando estes pacientes com o valor que lhe for mais acessível, o qual será deduzido do Imposto de Renda. Este donativo poderá ser anual ou distribuído em várias vezes ao longo do ano. A escolha é de cada um.

Graças ao auxílio dos primeiros contribuintes, a AACD, que inicialmente estava alojada em dois sobrados alugados, localizados na Rua Barão de Piracicaba, em São Paulo, viu se concretizar o sonho de inaugurar seu primeiro centro terapêutico, em um espaço concedido pela Prefeitura, na Rua Ascendino Reis. Criado em 1963, continua ativo, no mesmo local. É fundamental também o voluntariado, ramificado por quase todas as esferas desta organização, desde a administração da entidade, na qual atuam empresários voluntários, até os setores mais singelos.

Fontes:
http://www.aacd.org.br/
http://www.teleton.org.br/fundopro_aacd/oque/oque.asp?submenu=oqueeh
http://pt.wikipedia.org/wiki/Aacd
http://pt.wikipedia.org/wiki/Teleton

Arquivado em: Sociedade