Exército da Salvação

Considerada uma das maiores entidades de caridade em escala mundial, o Exército da Salvação, fundado no ano de 1865, é uma organização cristã beneficente que atua através de Serviço Social e por meio das Igrejas. Seus criadores foram William Booth e sua esposa Catherine Mumford. Na época, o casal residia em Londres em meio à Revolução Industrial, que tomava conta da capital na Inglaterra. O Exército da Salvação está presente e exerce atividades em 118 nações.

O primeiro nome do Exército da Salvação foi “Missão Cristã do Leste de Londres”. Porém, no ano de 1878, o grupo foi reorganizado e configurado de forma militar, ganhando o nome com o qual é conhecido até hoje, “Exército da Salvação”, em inglês, The Salvation Army. Seu fundador tornou-se o General do grupo e sua esposa era conhecida como a “Mãe do Exército da Salvação”. Entre as primeiras ações da entidade, o exército pregava aos mais necessitados e, ao mesmo tempo, fazia contatos com pessoas mais abastadas para conseguir financiamento para dar continuidade ao trabalho. A esposa de Booth, embora não fosse algo comum para o período, também era uma ministra religiosa.

A atuação do Exército da Salvação pode ser resumida pela teoria inventada por seu fundador, que consistia nos “Três S”: Sopa, Sabão e Salvação. Entre os primeiros cidadãos que se tornaram membros do grupo estavam pessoas que se encontravam às margens da sociedade inglesa, como meretrizes, viciados em drogas e alcoólatras que acabaram se convertendo ao protestantismo. Neste grupo, o objetivo era a mudança dos hábitos de vida, buscando viver conforme as regras pregadas pelos protestantes e, ao mesmo tempo, ajudando o Exército da Salvação.

Ao final do século XIX, a entidade encontrava-se em plena expansão. Porém, neste momento, parte da população inglesa movimentava-se contra o grupo. Os inimigos do Exército da Salvação eram os adeptos do “Exército Esqueleto”, que mantinham confrontos com os salvacionistas, agredindo-os fisicamente e verbalmente. De acordo com alguns historiadores, o Exército Esqueleto era formado por donos de estabelecimentos comerciais que vendiam bebidas alcoólicas e estavam perdendo seus clientes para o Exército da Salvação.

Exército da Salvação no Brasil

Com o início do século XX, o Exército da Salvação começa entrar em processo de rápida expansão. No ano de 1922, chega ao Rio de Janeiro representado por dois missionários: David e Stelle Miche. Alguns brasileiros já tinham conhecimento da instituição por informações de parentes e amigos que viviam na Europa, por isso, a entidade foi bem recebida no País. No ano de 1931 o grupo começa a fazer um trabalho no Rio de Janeiro com o objetivo de resgatar os seres humanos de situações de miséria e humilhação.

Fontes:
FARRINGTON, Karen. História Ilustrada da Religião, São Paulo: Editora Manole, 1999.
http://www.exercitodoacoes.org.br/
http://en.wikipedia.org/wiki/Skeleton_Army
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ex%C3%A9rcito_de_Salva%C3%A7%C3%A3o

Arquivado em: Sociedade