Problemas pessoais no Trabalho

Por Fernando Rebouças
Sogra, conjugue, filhos, dívidas, questões emocionais, entre outros problemas pessoais, que não podem ser levados para a empresa em que se trabalha. Dividir a vida pessoal e a profissional é quase impossível na cultura latina.

O ser humano é naturalmente dotado de razão e emoção, o profissional busca diminuir os seus impactos e barreiras no ambiente corporativo, tentando equilibrar interesses pessoais com os empresariais. Nem todo profissional atinge o equilíbrio perfeito.

A falta de equilíbrio no profissional gera estresse, “presenteísmo” (estar no local de trabalho, mas pensando nos assuntos pessoais) , o “absenteísmo” (ausência no local de trabalho), entre outras conseqüências que significam baixa produtividade.

Para superar o desequilíbrio entre vida pessoal e profissional :

* Não se isole, se relacione com os colegas de trabalho, somente exponha o seu problema pessoal para quem você realmente confia;

* Comunique superficialmente ao chefe de seu setor sobre o problema mais difícil; para que não avalie sua descontração como desleixo;

* Trate seus assuntos pessoais em local reservado, na empresa. Feche qualquer arquivo de computador que contenha informação pessoal;

* Busque ajuda; seja financeira ou médica;

* Em caso de problema muito graves, peça afastamento;

* Mantenha o setor de RH de sua empresa sempre informado sobre suas ausências;

Na maioria dos casos é aconselhável não confundir amizade profissional com amizade pessoal. O colega de trabalho é aquela que compartilha do ambiental laboral, das tarefas e planejamentos corporativos, enquanto que o amigo pessoal é aquele compartilha do dia-a-dia familiar e comum de sua vida.